quinta-feira, 18 de junho de 2015

Clarissa Wild - Killer (Stalker #0,5 - Prequel)



Ficha técnica: Killer
Autora: Clarissa Wild
Editora self
Lançamento original: 17/junho/2015  LANÇAMENTO
Lançamento BR: ainda não
126 páginas
POV: primeira pessoa - Vanessa
Gênero: Romance contemporâneo-DARK

Protagonistas: Vanessa Starr e Phoenix Sullivan
Local/ano: Los Angeles/atual

"Alguns segredos são destinados a ficarem escondidos ...

Segredos podem matar. Meu marido é o principal exemplo.
Eu sou uma esposa troféu. Alguém para ser valorizada como posse, estar lá apenas para ser bonita. Meus sonhos foram deixados de lado pelos dele. Até que uma noite fatídica, um encontro casual, todos os seus segredos sujos foram expostos.
E então meu suposto marido está morto.
Eu deveria estar triste, mas tudo que eu sinto é raiva. Meu marido é um mentiroso, trapaceiro bastardo. E se isso não é ruim o suficiente, eu sou agora a principal suspeita pelo assassinato.
Apenas seu irmão acredita que eu sou inocente, e em seu apoio, eu encontro alívio. No entanto, vou encontrar o verdadeiro assassino e trazê-lo à justiça ... antes que ele tente acabar com a minha vida também."

AVISO: Este livro contém  linguagem forte, situações explícitas e conteúdo perturbador.

Sempre é bom lembrar, este livro não é para qualquer tipo de público, mesmo que você tenha mais de 18 anos.

Uma festa de estúdio de filmagem. Celebridades, diretores, pessoas que levam a vida exatamente do jeito que querem sem medir consequências. É nesta teia que a nossa protagonista, Vanessa, se encontra.

Casada com Phillip Starr, um rico e poderoso diretor de filmes, ela precisa se submeter ao jeito frio que ele a trata e pior, a todas as amantes que ele leva para casa, se quiser continuar vivendo no luxo.
Antes de saírem de casa para esta festa em questão, Vanessa ouviu e viu escondida, o marido e uma vagabunda qualquer transando. Em sua cama.
Escândalo? Nem pensar. Ela saiu para se arrumar e estar linda para a festa. Mas lá, mais uma vez, Phillip não mostra bom senso, e ela o pega apalpando a estrela de seu próximo filme.
E já que naquela dia Vanessa já estava com os pacovás transbordando, ela resolveu pagar na mesma moeda.
Ela vai até o bar e lá encontra um moreno tatuado tudo-de-bom. Simples e direta, ela o convida para uma rapidinha no depósito nos fundos.  E ficou mais feliz ainda ao perceber que Phillip havia presenciado tudo.

Pouco tempo depois, Phillip prefere ir para casa mais cedo. O casal já sai da festa às turras. Ela quer dirigir - ele já havia bebido em demasia -, ele não deixa. Vão brigando ao longo do caminho até que ele apaga no volante e o carro  se envolve num sério acidente.

Vanessa consegue se soltar e sair do carro. Phillip estava desacordado e ainda preso ao cinto. Uma fagulha de combustível começa, ela não tempo, e Phillip morre.

Coincidência? Poderia ser se na autópsia a polícia não tivesse descoberto que Phillip havia sido envenenado e agora Vanessa era a principal suspeita. Mas ela alegava inocência. Mesmo que ela fosse a herdeira do marido, mesmo que ele fosse um canalha traidor, mesmo que o irmão dele, Arthur, sempre tivesse se mostrado apaixonado por ela, Vanessa gritava que era inocente.

E ela sabia exatamente quem o tinha feito. E não pagaria por ele...



KILLER é um prequel diferente.
Lançado um dia após o livro #1, STALKER, ele traz a versão da mocinha sobre os fatos. Mas até que ponto apenas um ponto de vista pode trazer a verdade?

Eu decidi ler na ordem não só por conta de meu famoso TOC literário, mas também porque prequel sempre traz um detalhe que faz toda a diferença ao ler o livro principal, e neste aqui Clarissa Wild não desaponta.

O aviso é claro, o gênero é dark. Talvez não tão sombrio para quem já está acostumado ao gênero, mas como ao ler, você VAI QUERER saber o resto da história, prepare-se.

Phoenix é o anti-herói. E ainda assim eu torci por ele...

5 ESTRELAS.

Um comentário: