domingo, 7 de junho de 2015

Katie Ashley - Vicious Cycle (Vicious Cycle #1)



Ficha técnica: Vicious Cycle
Autora: Katie Ashley
Editora  NAL Trade
Lançamento original: 02/Junho/2015 LANÇAMENTO
Lançamento BR: ainda não
336 páginas
POV: primeira pessoa - Deacon; Alexandra; Rev; terceira pessoa (prólogo)
Gênero: Romance contemp; Chick Lit; New Adult

Protagonistas: Willow; David "Deacon" Malloy e Alexandra Evans
Local/ano: Atlanta,GA/atual

"A vida de Deacon Malloy é dedicada ao clube de motocicleta Hells Raiders. Resistente, duro e rápido com os punhos, ele serve o grupo como Sargento em Armas. Mas sua abordagem de não se importar em nada com a vida dá uma guinada quando uma filha de cinco anos de idade, que ele nunca soube que existia, aparece à sua porta.

Alexandra Evans é dedicada a todos os seus alunos, mas sempre houve algo sobre Willow Malloy que marcou seu coração. Há uma aura de tristeza sobre ela, uma menina que precisa de todo o amor que Alexandra pode dar. Quando Willow para de vir para a escola, a busca de Alexandra leva a um clube cheio de motociclistas ... e um pai que teima em manter sua filha sempre sob vigilância.

O momento em que Deacon vê Alexandra, ele tem que tê-la em sua cama, e ele nunca conheceu uma mulher que não poderia ser persuadida. Não importa o quão atraída ela esteja por Deacon, Alexandra se recusa a ser apenas mais uma conquista. Mas é o próprio Deacon quem poderia ser seduzido - por um futuro melhor para si mesmo, sua filha, e a mulher que ele está se apaixonando contra todas as probabilidades."


Tudo começa sendo visto pelo ponto de vista de uma criança de 5 anos.
Willow estava acostumada a ver a mãe perder a paciência com ela e trazer para dentro de casa "namorados" que a tratavam mal, e, consequentemente, a Willow.
Mas desta vez os gritos foram diferentes porque dois homens maus haviam invadido a casa dela, amarrado sua mãe e seu namorado, e naquela conversa que pouco ela conseguia entender, uma coisa ficou clara: o nome de seu pai que ela nunca tinha ouvido falar, Deacon Malloy.



David "Deacon" Malloy era o Sargento em Armas do clube de motocross Hells Raiders, em Atlanta, e nunca soube que tivesse uma filha.
Há cinco anos ele estava apaixonado por Lacey, mas ela tinha sérios problemas com bebida e drogas. Cansado de vê-la sempre voltar-se ao vício apesar das inúmeras ajudas recebidas, eles terminaram o relacionamento.
De repente, quando sua vida estava bem confortável em sua posição no clube, quando ele não tinha nada a temer ou dar satisfação, aparece uma senhora latina trazendo na mão uma criança assustada e muda, dizendo que é sua filha, inclusive tendo seu nome na certidão de nascimento.
Antes mesmo que fosse preciso um teste de DNA, só de olhar para o rostinho de Willow qualquer um diria que ela era filha dele.

Deacon ficou sabendo que Lacey continuou naquela vida desregrada, se envolvendo com os caras errados. Até que ela resolveu fazer um acordo com os feds e ia descobrir através do namorado, um componente do clube de moto rival aos Raiders, os Nordic Knights, quando seria o próximo carregamento deles. Acontece que o presidente dos Knights, Sigel, descobriu sobre isso, e matou a mulher na frente da filha. Só poupou a menina ao descobrir de quem ela era filha, cuja pessoa ele tinha velhas feridas a resolver.

Somente quatro meses depois de conviver com sua nova família - sua avó Mama Beth, seus tios Rev e Bishop e mais um monte de homens e mulheres que faziam parte do clube - que Willow começou a falar, e foi por causa de sua professora do jardim de infância, Alexandra.

Alexandra era dedicada ao seu trabalho. Havia seguido os passos de seus pais, a mãe, professora de Jardim de Infância também, e o pai, professor de matemática do Ensino Médio.
Quando ela percebeu que há quatro dias Willow não aparecia nas aulas, ela decidiu ir descobrir o que estava acontecendo, já que o telefone que constava na ficha da menina dava como desligado. E foi assim que Alex se envolveu no mundo dos MC's.

Deacon não queria deixar a menina ir às aulas por uma questão de segurança; ele sabia que Sigel podia usar sua filha contra ele. Mas para não ter problemas com os órgãos de fiscalização de aprendizagem e tutelagem, ele ouviu a sugestão de Alexandra em contratar uma tutora para a menina, coisa que ela mesma faria com prazer.
Todas as tardes, após suas aulas, ela ia até o clube dar aulas a Willow.

Logo, isso faria de Alexandra também um alvo, assim, sempre um prospecto (um futuro membro em treinamento) estava na cola dela.
Mas mesmo com essa vigilância, Alexandra acabou sendo alvo de ataque e isso significava que ela também teria de passar a ficar no clube.

Essa permanência no clube, que já havia mexido com Deacon de uma maneira que ele não queria admitir, acabou por estreitar os laços dos dois.
Alexandra estava diariamente no clube para dar aulas a Willow; depois passou a ficar mais tempo para dar aulas de balé a menina; isso sem contar que foi graças a ela que Willow voltou a falar, e ela tratava a menina como se fosse sua própria filha. Eram detalhes demais para Deacon deixar passar desapercebido. E agora que suas "duas mulheres" estavam em perigo algo teria de ser feito e rápido.

Mas o ataque inimigo veio antes que Deacon e o clube pudessem reagir e isso acabou por ceifar a vida de pessoas mais do que queridas. De repente Alexandra se viu sem chão e envolvida num plano de vingança que a afetava diretamente. Já que Sigel havia tirado dela quem ela mais amava, estava na hora de ela cobrar a justiça com as próprias mãos...

Os elementos da trama são bem parecidos com qualquer outra série sobre este mesmo tema. Um clube de moto que por detrás da paixão por esse meio de transporte, existe um mundo paralelo que inclui drogas, armas, strippers, mortes.
O Hells Raiders está envolvido em pelo menos armas e apostas em lutas, apesar de ter "legalizado" um ginásio de lutas.
O ritmo da história é bom e vem trazendo a trajetória não só do clube mas dos personagens principais deste livro.
Deacon era um Malloy por adoção. Ele foi encontrado por Preacher, um dos fundadores do clube, aos 13 anos, lutando underground para se sustentar. Logo foi acolhido pela família, que já tinha dois filhos, Nathaniel (Rev) e Benjamin (Bishop).

Os personagens contam com seus infernos particulares e nada é inocente por aqui, talvez apenas a pequena Willow e, ainda assim, presenciou um bocado de coisa para os seus poucos 5 anos de idade.

O enredo flui bem e apesar do clube estar envolvido em coisas escusas, a autora procura "dourar a pílula" fazendo com que este não seja tão pesado assim. Isso quer dizer que pelas regras do clube determinadas coisas não são toleradas entre seus membros.

Gostei do final dado; a ação tomada pela protagonista, sem se mostrar "florzinha" demais, o que não combinaria em nada ao ser a "old lady" (senhora) de um membro do clube.
O último capítulo traz o POV de Rev e dá partida de como será o próximo livro.

Por este primeiro volume, eu gostei da série.

5 ESTRELAS.

Sobre a autora 


Goodreads  |  Website  |  Facebook |  Twitter

Nenhum comentário:

Postar um comentário