quarta-feira, 30 de setembro de 2015

K. J. Charles - A Fashionable Indulgence





Ficha técnica: A Fashionable Indulgence
Autora: K. J. Charles
Editora Loveswept
Lançamento original: 11/agosto/2015
Lançamento BR: ainda não
264 páginas
POV: terceira pessoa
Gênero: Romance de Época Homoafetivo

Protagonistas: Harry Gordon e Julius Norreys
Local/ano: Edgware, Londres, Inglaterra/1808; 1819

"Quando ele descobre que poderia ser o herdeiro de uma fortuna inesperada, Harry Vane rejeita o seu passado como uma luta radical para a reforma do governo e define sobre cortejar seu adorável primo. Mas seu coração é capturado de vez pelo mais belo homem chique que já conheceu: o dândi encarregado de instruí-lo nos costumes e estilo da alta sociedade. O novo estado de Harry exige conformidade -  ainda que a única coisa que deseja seja provar do par errado de lábios.

Depois de testemunhar em primeira mão os horrores de Waterloo, Julius Norreys procurou refúgio por trás da fachada luxuosa da alta sociedade. Agora, ele se preocupa exclusivamente com o corte do casaco e da qualidade de suas botas. E, no entanto, o seu protegido é tão ilibado pelo cinismo que ele inspira a primeira labareda de desejo genuíno que Julius sentiu em anos. Ele não pode proteger Harry dos piores excessos da sociedade. Mas juntos eles podem suportar o elevado preço da paixão."

(English review scroll down)


Harry Gordon era procurado pela justiça aos 12 anos!!

Alexander Gordon, pai de Harry, incitou a população a ir contra o governo, querendo novas leis para o povo, o fim das diferenças sociais, o fim da injustiça. Na época havia a guerra entre os soldados casacos vermelhos contra os policiais casacos azuis..
Silas, amigo dos pais de Harry, aconselha o casal a partir porque o filho, mesmo com somente 12 anos, já poderia ser acusado e julgado como um adulto.

Eles, então, partem para Paris.
Quando Harry estava com a idade de 17 anos, seus pais morrem pela cólera. Sem ter família ou a quem recorrer, Harry retorna a Londres, em busca de ajuda dos antigos amigos dos pais, os amigos também revolucionários.

Harry passa a assinar o nome de seu pai, Vane.

Algum tempo passa e um homem começa a procurá-lo por seu antigo nome. Pensando tratar-se de alguém do tempo antigo, ainda querendo prendê-lo, ele tenta se manter incógnito.
Mas a procura continua, e dessa vez foram três homens, sendo que um deles Harry havia encontrado no bar na noite anterior e tinham jogado conversa fora.
Mal sabia ele que mesmo essa conversa inconsequente deu aos homens a certeza de quem ele era.

Um desses homens era primo de seu pai, Lord Richard Vane, e ele trazia para Harry uma notícia bombástica.
Harry era o herdeiro de Gideon Vane, seu avô orgulhoso, que só o procurara nos últimos meses porque há 8 meses ele havia perdido o outro filho e agora encontrava-se sem herdeiro.

Depois de viver uma vida de privações, Harry ia poder ter o luxo que sempre sonhou.
Seu avô não ficou feliz com o que encontrou, por isso, e colocando certas condições em relação ao comportamento de Harry dali em diante, ele seria transformado num cavalheiro, ganhando um guarda-roupa e aprendendo a se portar como tal.
Para essa tarefa, assim como o acontecido no famoso livro PIGMALIÃO, foi convidado Julius Norreys.

Enquanto ensinava a Harry a como se portar em sociedade, Julius também mostrava a sujeira que existia por baixo dos panos; a questão de que para o homem tudo era permitido e justificado.
Richard Vane e amigos faziam parte do Quex, grande casa de jogo seleto. No segundo andar, numa das salas, Richard encontra com seus amigos de forma privada. Ali, Harry conhece os Ricardianos, um grupo de homens que se reunia para seus encontros amorosos uns com os outros. Como tudo na sociedade, se você agisse de maneira discreta, tudo era ignorado.

Harry não era nenhum inocente nesse quesito. Ele já havia dado suas escapolidas, e quando conhece Julius, fica encantado com sua personalidade.
Mas Harry ainda estava em sua fase de teste perante seu avô, e ele precisava ter uma reputação ilibada, além de renegar toda e qualquer amizade anarquista da época em seu seus pais estavam vivos.

Havia muito trabalho pela frente. Ele não queria perder a oportunidade que a vida estava lhe dando, mas quando ele vê notícias no jornal de que vários revolucionários foram atacados e mortos, ele sente culpa por tê-los dado as costas. E ainda havia sua enorme atração por Julius.
Conseguiria ele manter-se em dois mundos tão diferentes  e usufruir o melhor de cada um? Ou teria ele de abrir mão de suas raízes, e mais ainda, de seu amor?

Uma história cercada de segredos e conflitos. Por um lado a sociedade trabalhadora, exigindo seus direitos, lutando por uma sociedade igualitária, enquanto os nobres queriam continuar com suas vidas de luxo, sem trabalhar. Por outro, as alcovas muito bem guardadas, com seus ninhos de amor proibidos por lei mas tolerados, desde que se mantivessem longe dos olhos.
Uma sociedade em que pouco difere dos atuais tempos. 
E Harry, como uma pessoa que sofreu muito na vida e agora tem a oportunidade de viver sem privações, é obrigado a fazer escolhas, a tomar partidos, a ser considerado um traidor.

Um romance com um final surpreeendente e que mostra as fronteiras que o amor tem de transpassar se quiser sobreviver.
Primeiro romance de época homoafetivo que li e gostei.

5 estrelas.

Sobre a autora >> Goodreads  |  Website  |  Facebook  |  Twitter

*Ebook cedido pela editora, através do NetGalley, em troca de uma resenha de opinião honesta.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

*ARC provided by NetGalley in exchange of an honest review

BLURB>> When he learns that he could be the heir to an unexpected fortune, Harry Vane rejects his past as a Radical fighting for government reform and sets about wooing his lovely cousin. But his heart is captured instead by the most beautiful, chic man he’s ever met: the dandy tasked with instructing him in the manners and style of the ton. Harry’s new station demands conformity—and yet the one thing he desires is a taste of the wrong pair of lips.

After witnessing firsthand the horrors of Waterloo, Julius Norreys sought refuge behind the luxurious facade of the upper crust. Now he concerns himself exclusively with the cut of his coat and the quality of his boots. And yet his protégé is so unblemished by cynicism that he inspires the first flare of genuine desire Julius has felt in years. He cannot protect Harry from the worst excesses of society. But together they can withstand the high price of passion.


REVIEW>> Alexander Gordon, Harry's father, urged people to go against the government, wanting new laws for the people, the end of social differences, the end of injustice. At the time there was a war between the redcoats soldiers against the Blue Jackets police.
Silas, a friend of Harry's parents, advises the couple to leave because his son, even with only 12 years, could now be charged as an adult.

They then leave for Paris.
When Harry was 17, his parents die from cholera. Without family, Harry returns to London in search of help from old friends, the revolutionary friends.

Harry begins to sign the name of his father, Vane.

A man begins to search for him by his former name. Thinking it was someone from the old time, still wanting to arrest him, he tries to stay incognito.
But the search continues, and this time there were three men, one of whom Harry had met at the bar the night before and had  talked.
Even that little chat gave men sure who he was.

One of these men was his father's cousin, Lord Richard Vane, and he brought Harry a bombshell news.
Harry was the heir of Gideon Vane, his proud grandfather, who only looked for him in recent months because  eight months ago he had lost another son and now found himself without an heir.

After living a life of deprivation, Harry would be able to have the luxury he has always dreamed.
His grandfather was not happy with what he found, so placing certain conditions in relation to Harry's behavior there on, he would be made into a gentleman, having a wardrobe and learning to behave as such.
For this task, just as happened in the famous book Pygmalion, was invited Julius Norreys.

While teaching Harry how to behave in society, Julius also showed the dirt that existed behind the scenes; the question of what to man everything was allowed and justified.
Richard Vane and friends were part of Quex, great club of select game. On the second floor, one of the rooms, Richard meets his friends privately. There, Harry meets the Ricardian, a group of men who gathered for their licencieux. Like everything else in society, if you act discreetly, everything was ignored.

Harry was no innocent in this regard. He had already some dates with other men, and when he meets Julius, he is delighted with his personality.
But Harry was still in test phase before his grandfather, and he needed to have a spotless reputation, and deny any anarchist friendship from the time his parents were alive.

There was much work ahead. He didn't want to miss the opportunity that life was giving him, but when he sees news in the newspaper that several revolutionaries were attacked and killed, he feels guilty for having given them away. And there was the huge attraction to Julius.
Could he be kept in two so different worlds and enjoy the best of each? Or would he give up everything, and even more of his love?

A story surrounded by secrets and conflicts. On the one hand the working society, demanding their rights, fighting for an egalitarian society, while the nobles wanted to continue with their luxurious lives without working. On the other, closely guarded alcoves, with their love nests prohibited by law but tolerated, provided they are kept out of sight.
A society in which differs little from the current time.
And Harry, as a person who has suffered so much and now have the opportunity to live without hardship,  is obliged to make choices, to take sides, to be considered a traitor.

A romance with a great ending.
First time I read a historical gay romance and I did like.

5 stars.




Nenhum comentário:

Postar um comentário