quarta-feira, 7 de outubro de 2015

[ESPÓLIO BIENAL 2015] Penelope Douglas - Sempre Fui Sua - Bullying: Entre o Amor e o Ódio (Fall Away #1)



Ficha técnica: Sempre Fui Sua - Bullying (Bully)
Autora: Penelope Douglas
Editora Universo dos Livros
Lançamento original: 2013
Lançamento BR: 2015
368 páginas
POV: terceira pessoa
Gênero: Romance Contemporâneo: Chick Lit: Young-adult (maduro)

Protagonistas: Tatum "Tate" Brandt e Jared Trent
Local/ano: Chicago/atual

"Tatum Brandt e Jared Trent. Os dois cresceram juntos e se davam muito bem na infância, mas na adolescência essa relação é transformada em um ódio mortal. Jared não perde uma oportunidade de humilhar sua ex-amiga que, pouco a pouco, começa a nutrir um desejo de vingança por ele. Amor ou ódio? Qual será o real sentimento entre os dois? Será que Tate vai perdoar Jared e dar uma chance de reconhecer o seu verdadeiro amor? Será que, na verdade, ela sempre foi dele?"


Vizinhos, amigos inseparáveis. Uma viagem de férias de verão faz com que Jared volte diferente. Ele renega a amizade que tinha com Tate e a partir daí, os amigos dele na escola passam a praticar bullying com ela. Eles crescem. Jared se mantém a uma distância cautelosa. Eles não se dão mais e ele não dá a ela a chance de entender o que acontecera.
Mas logo Tate estaria longe. Faria uma intercâmbio de um ano em Paris e deixaria aquela loucura para trás.
O último encontro deles se dá numa festa da escola. Tate e sua melhor amiga K. C. vão numa festa e Tate acaba tendo o desprazer de cruzar com Jared. Ele nada faz contra ela, mas seu amigo Madoc é seu principal escudeiro em transformar a vida dela num inferno.
Ela sai da festa humilhada, jurando que seria a última vez a passar por algo assim...

Um ano se passa e Tate volta de Paris.
A vida familiar era apenas ela e o pai. Sua mãe havia morrido há muitos anos. Nessa ocasião, ele se aposentara do militarismo e passara a trabalhar numa empresa privada, em Chicago, que constrói aeronaves. No momento ele estava passando um período na Alemanha, para dar treinamento de mecânica.
A confiança que o pai de Tate tinha nela era grande. Ela era obediente, boa aluna e nunca lhe dera motivo para mudar o jeito de lidarem um com o outro.

Na Alameda Fall Away, onde morava, Tate volta a ser vizinha do garoto que amou como a um irmão; seu melhor amigo, mas que agora andava em companhia de rapazes estranhos, dava festas pesadas às sextas à noite e desaparecia nos fins de semana. 
A mãe de Jared praticamente não morava mais com o filho. Tivera um grave problema de alcoolismo e agora que estava limpa, passava boa parte da semana na casa de um novo companheiro.

Tate só queria saber de terminar o Ensino Médio e partir para alguma faculdade. Ela queria se manter o mais longe possível de Jared e sua corja. Eles a atormentaram por anos; inventaram histórias dela que a fizeram chorar; atrapalharam encontros com outros garotos; cortaram qualquer possibilidade de ela ter uma vida social normal.
Disposta a ser uma pessoa diferente, ela não deixa barato às provocações.
No primeiro final de semana em casa, sentindo-se incomodada pelo barulho da festa na casa de Jared, ela dá um jeito de terminar com a bagunça. Na segunda-feira seu nome é cochichado pelos corredores mas de forma quase reverenciada. Quando Madoc volta a se meter com ela, ela não pensa duas vezes em ensinar-lhe uma lição chutando-lhe a virilha e deixando-o indefeso. Em outra festa barulhenta, mais uma vez ela termina com a bagunça, e assim, ela mostra que a Tate chorona havia ficado para trás.

Mas, ao mesmo tempo, ela sentia que havia algo de estranho com Jared.
Quando crianças, o pai dela deixava que ela e Jared o ajudassem a consertar o carro e os dois eram loucos por isso, e tinham plano de mais velhos participarem do Loop, corrida de carros. Ele estava metido nesse meio... sem ela.
Ele nunca estava com uma única garota e dizia em alto e bom som que não tinha namorada, apenas curtidas.
Além disso, uns caras estranhos costumavam aparecer à porta dele e numa ocasião ela viu quando dois deles brigavam com Jared, e ela saiu armada para ajudá-lo.

Enquanto isso, com sua nova fama de valentona, Tate chama a atenção de Benjamin Jameson, que fazia parte do time da escola.
Por azar, ela e Jared acabam na mesma turma de Cultura em Filmes e Literatura e precisam fazer um trabalho juntos.
Jared se aproxima e recua. Tate acha tudo muito estranho e decide descobrir o segredo dele.

No aniversário dela - que ela jurava que Jared iria esquecer - ele lhe faz uma surpresa dupla: prepara-lhe uma bela decoração e revela a ela o que ele esconde do mundo.

A partir daí parecia que tudo voltaria a como era antes daquele fatídico verão. Tate ainda tinha problemas de confiança nele, mas estava lhe dando uma chance baseada em seus sentimentos por ele. Mas famoso por suas conquistas e por não dar uma segunda olhada para a mesma garota, Jared tinha algumas fãs um tanto mais afoitas e essas não deixariam que Tate chegasse e lhes roubasse o que tinham por direito.
Uma festa; um video; uma traição. E Tate e Jared eram novamente estranhos, vivendo num mundo de segredos, brigas e bullying.



Anos sofrendo bullying. Tanto a personagem quanto você, leitor, ficam se perguntando por que tanto ódio com ela; se quando antes de viajar eles estavam bem na amizade e no retorno Jared passou a hostilizá-la.

Os tipos de bullying foram muitos e alguns bem pesados. Ele mesmo não fazia nada, mas permitia que seus amigos fizessem. Por outro lado, havia ocasiões em que ele a defendia sem que ela soubesse. Uma coisa era certa: ninguém podia tocá-la fisicamente. Ela era humilhada, menosprezada, mas nenhum rapaz a convidava para sair ou a pedia para namorar.

Ela passa um ano fora e quando retorna, ainda mais bonita, Jared tinha planejado deixá-la para lá. Mas o comportamente diferente dela o fez mudar de ideia. Mas dessa vez ela respondeu à altura. Nenhuma provocação ficava sem resposta, em especial resposta com agressão física. E normalmente Madoc era o alvo dela.
Só que ela passou a escutar fragmentos de conversas que deixaram-na desconfiada do porquê tudo aquilo.
Ainda havia sua melhor amiga que começara a agir de forma suspeita e estava se encontrando com Jared às escondidas.
Quando Tate resolve investigar os sumiços dele e certas cicatrizes que agora ele tinha nas costas, tudo começa a se encaixar.

O enredo é interessante. O bullying é apenas a forma usada pelos jovens para atormentar, mas seu tratamento não é o alvo do livro.
É bem narrado, mas o ritmo sofre uma enrolação gigantesca. Veja bem, o livro tem quase 400 páginas. Normalmente na pág 100 você já sabe bastante coisa das razões que levam os personagens a agirem desse ou daquele jeito. Acontece que aqui chegamos quase a página 300 e o motivo do bullying ainda não havia sido explicado.

Como assim??? 300 páginas e nada???

Até então  tudo que se vê é a mocinha sendo perseguida e tendo de se defender no murro. Depois que o motivo é esclarecido, aí sim, você começa a entender as peças soltas e o romance em si do casal se desenrola - mas claro, como todo ato de bullying, nada justifica toda aquela violência psicológica. 
Quando isso acontece, aí Jared vai para o outro extremo: de cara que pouco se importava com ela para o troglodita-possessivo-ninguém-se-aproxima-porque-ela-é-minha.

O casal, agora junto, se mete em algumas enrascadas e a confiança do pai de Tate acaba ficando abalada. Mas aqui o importante já passa a ser que eles resolvam todo o dilema que viveram durante anos.

É óbvio que o casal se gosta e vai ficar junto, e pelo menos o livro não termina em cliffhanger. Entretanto, a série tem mais 4 volumes.

#1,5 - Until You - o POV de Jared
#2 - Rival - história de Madoc
#3 - Falling Away - história de K.C.
#4 - Aflame - SURPRESA!!! - volta para o primeiro casal, agora adultos

Na montanha-russa de sentimentos em relação ao livro você começa gostando e achando interessante; fica páginas e páginas tentando entender todo aquele ódio; se sente irritado com a demora na explicação; olha o número de páginas e acha que aquilo nunca vai terminar; descobre o grande segredo; respira aliviado e passa pra próxima marcha; lê até o final; descobre que tem outros livros e fica com raiva de si mesmo porque agora você QUER ler os outros livros, mesmo sabendo que corre o risco de passar por toda essa via crucis de novo. Mais um livro jogado na parede...

4 estrelas.

Sobre a autora


Goodreads  |  Website  |  Facebook  |  Twitter

*Livro cedido pela editora em parceria, em troca de uma resenha de opinião honesta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário