terça-feira, 3 de novembro de 2015

L A Casey - Aideen (Slaters Brothers #3,5)



Ficha técnica: Aideen
Autora: L A Casey
Editora  self
Lançamento original: 03/novembro/2015  LANÇAMENTO
Lançamento BR: ainda não
E-book
POV: primeira pessoa - Aideen
Gênero: Romance contemporâneo; Chick Lit

Protagonistas: Aideen e Kane Slater
Local/ano: Dublin, Irlanda/atual

"Aideen Collins está imensa. Ela está na reta final de sua gravidez sem fim, sua nova fobia, mas principalmente, ela está farta das constantes picuinhas de seu namorado.

Kane Slater está mais feliz do que nunca. Ele está prestes a se tornar pai pela primeira vez com a mulher que  ama. Mal sabe ele que Aideen é literal e figurativamente uma bomba-relógio. Ele só tem que sobreviver mais algumas semanas das explosões hormonais assassinas, e tudo ficará bem ... ou assim ele espera.

Ambos são apanhados com a chegada prevista de seu bebê, mas no fundo de suas mentes há uma sombra que não vai desaparecer. Nenhum deles fala sobre isso, mas a presença persistente da sombra lança dúvidas sobre seu relacionamento.

Big Phil apareceu em seus caminhos muitas semanas atrás e  enraizou sua figura assombrosa ao longo dos anos. Sem sequer tentar, ele destrói coisas e causa problemas. Ele as observa de longe, esperando o melhor momento de atacar sua família.

Os instintos de Aideen para proteger-se estão mais fortes do que nunca. Se Big Phil quer machucar aqueles que ela preza, ele vai ter um inferno de uma luta em suas mãos.


Aideen adora Kane, e o que Aideen adora, Aideen abriga"



E como sempre, é bom lembrar que esta série se passa de forma sequencial. Para você entender melhor o que se passa, o ideal é começar lá do livro #1.
A numeração da série da série se dá da seguinte forma: os livros com números inteiros são dos irmãos (total de 5); os livros com numeração x,5 são das namoradas, geralmente um pouco menores em paginação.

Os casais são:  Ryder e Branna (a história deles ainda virá no #4); Alec e Keela (#2 e #2,5); Dominic e Bronagh (#1 e #1,5); Kane e Aideen (#3 e este aqui). O último irmão, Damien deve fazer par com Alannah.

Característica dos personagens: os irmãos são americanos que se mudaram para a Irlanda para reconstruírem suas vidas. São altos, fortes, bonitos, extremamente unidos (mesmo que seja para fazer algo errado) e alfa-machos quando encontram sua cara metade.
O relacionamento deles com suas parceiras é regado a muita confusão e bate boca, o que gera muitas cenas engraçadas ao longo da história.
Os enredos são hot, geralmente com muita cena de sexo e palavrão, mas não chegam a ser eróticos.

No Brasil, até o momento, apenas o livro #1 foi lançado pela editora Bezz (para adquirir o impresso, clique AQUI

Continuando a história do livro anterior, em que Aideen foi colocada em extremo perigo, num incêndio na escola em que trabalhava, agora ela se encontrava se recuperando de uma perna quebrada - o gesso havia sido retirado, mas ainda precisava de repouso -, teve ferimentos na garganta com a inalação de fumaça e, claro, não esquecendo da foto de capa, estava chegando aos 9 meses de gestação.
Ela e Kane ainda não sabiam o sexo do bebê. Bebê este que nem havia nascido e já estava sendo para lá de paparicado por todos os homens da família.

Ah! Esqueci de dizer, além dos 5 irmãos Slaters, Aideen fazia parte de uma família grande, com mais 4 irmãos HOMENS.
Além disso, havia as amigas que não paravam de aparecer para dar apoio.

Por conta do que havia acontecido com Aideen, ela desenvolveu um certo medo em ficar sozinha, por isso, havia sempre pelo menos um dos Slater fazendo companhia a ela. O motivo desse medo é o enredo principal de toda a série (por isso que você deve lê-la desde o início).

Basicamente o livro segue com as últimas semanas de gestação de Aideen; a recusa de Kane em querer transar com ela e "machucar" o filho; as brigas entre irmãos; algumas cenas de embaraço (normal quando se trata deles), como por exemplo, Bronagh e Alannah bêbadas e semi-nuas no elevador falando besteiras; Damien querendo fazer as pazes com Alannah depois do que havia feito a ela (e ela, claro, não quer vê-lo pintado em ouro); o trabalho de Ryder causando estresse entre Aideen e Kane (união entre irmãos em cheque); o nascimento do bebê (parto feito em casa por Branna, que se formou parteira com muito custo), e a introdução ao próximo livro - que será de Ryder, ainda sem capa revelada.

"Vou tatuar seu nome em meu pulso esquerdo e o de nosso filho, no direito.
Os pulsos são partes letais do corpo ao serem cortados; qualquer laceração
pode acabar sendo fatal. Sem você e nosso filho eu acabaria
morto de qualquer maneira. Estou pondo vocês dois
bem à mostra pra nunca perdê-los de vista"



Considerações:

Se você não leu nenhum livro anterior da série, vai ficar difícil achar este aqui no mínimo interessante para ler. Como dito, as histórias estão conectadas. Nas resenhas anteriores há alguns spoilers do que vem acontecendo à família e todas as maneiras que eles encontram para se livrar do passado. Mas o passado teima em voltar...

De todos os livros dos irmãos, este e o anterior são os com menos cena de sexo, até por causa do estado interessante da protagonista.
Mas o legal é sempre ver a interação familiar. Eles se implicam, brigam, se amam, se apoiam.

Ritmo bom.

Teve duas cenas que achei um tanto descritivas demais: o parto e uma troca de fraldas. De resto, é uma leitura para diversão e para não perder o contato com essa louca família.

4 estrelas. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário