terça-feira, 3 de novembro de 2015

[Maratona Rom Hist] Olivia Drake - Bella and the Beast (Cinderella Sisterhood #4)




Ficha técnica: Bella and the Beast
Autora: Olivia Drake
Editora St. Martin's Paperbacks
Lançamento original: 03/novembro/2015   LANÇAMENTO
Lançamento BR: ainda não
352 páginas
POV: terceira pessoa
Gênero: Romance de época; Chick Lit

Protagonistas: Isabella "Bella" Jones e Miles Grayson, 5° duque de Aylwin
Local/ano: Oxford; Londres/não mencionado

"Mesmo um solteirão convicto pode encontrar seu par. Porque, às vezes, os contos de fadas tornam-se realidade ... 

De Todos os tesouros das fábulas...

Bella Jones se sente como um peixe fora d'água na Inglaterra civilizada. Criada no exterior pelo seu pai explorador, ela se diverte com os costumes muito próprios da nobreza. No entanto, para salvar seus irmãos mais novos da ruína, ela deve se infiltrar numa família ducal, a fim de encontrar o mapa para um antigo tesouro. Infelizmente, o altivo e extremamente bonito duque está em seu caminho ... a menos que ela consiga domar o temperamento bestial que ele tem. 

...O mais precioso é o AMOR 

Miles Grayson, o Duque de Aylwin, prefere antiguidades a... bem, todo o resto. Especialmente mulheres curiosas com suas perguntas irritantes. Mas os olhos azuis de Bella e seu sorriso cativante são improvavelmente charmosos, e a tentação do seu beijo é impossível resistir. Como o casal é arrastado para um mistério que remonta  sua infância, Miles percebe que Bella fez a mais rara de todos as descobertas: a chave para o seu coração ..."

(English review scroll down)

Era uma vez uma jovem bela, humilhada por sua madrasta e suas duas filhas, banida à cozinha. Mas nem isso fez seu coração tornar-se sombrio. E por isso, um dia, ela alimentou uma senhora que passava. Em gratidão, esta a presenteou com o mais belo par de sapatos que a jovem já havia visto na vida. Mas havia um senão: os sapatos só serviriam nos pés da moça que merecesse o amor verdadeiro... ~~  Irmandade da Cinderela.

Clarissa, condessa de Milford, era a jovem que foi ajudada a renascer das cinzas, literalmente.
Casou-se com seu conde, mas ficou viúva ainda jovem. Teve um romance com um príncipe.
Seu projeto de vida agora era que outras moças tivessem a chance que ela teve na vida.
Ela procura no jornal alguma notícia que mencionasse alguma acompanhante sem dinheiro, precisando de uma fada madrinha. E é quando ela decide ajudar Bella Jones...

Bella havia retornado a Londres após a morte de seu pai, na Pérsia.
Apesar de ele ter o título de baronete, não possuía nenhum bem, a não ser o seu conhecimento.
Por muitos anos ele viajou com a família através dos países orientais como pesquisador e arqueólogo. 
Quando sua esposa morreu, no nascimento dos gêmeos Lila e Cyrus, foi a filha mais velha, Bella, quem assumiu a educação dos irmãos. Mas agora o pai também havia partido.
Um pouco antes de morrer, Seymor Jones menciona à filha que ela deveria procurar por Aylwin e falar-lhe sobre o tesouro que deveria ser dividido. Entretanto, o mapa do tesouro precisava ser encontrado.

Sem ter a informação completa e sem saber quem era Aylwin, Bella e seus irmãos vão para Londres.
Primeiro ela tenta encontrar um trabalho como costureira, mas o dono da loja a confunde com uma cigana, por causa do tom de sua pele muito queimado pelos anos vividos naqueles países ensolarados, e Bella precisa se defender para não ir presa.
Ao chegar em casa, ela encontra uma visita: A condessa de Milford.
Esta menciona que o atual duque de Aylwin estava à procura de uma pessoa para ajudá-lo a catalogar todos os seus tesouros arqueológicos, e Bella, então, não só descobre quem era o homem desconhecido mencionado por seu pai, como a possibilidade de encontrar trabalho.
A condessa lhe dá um par de sapatos, que cabem a perfeição; dinheiro para comprar novas roupas para ir à entrevista bem vestida e para contratar uma acompanhante para os irmãos menores que ficariam em Oxford.

Antes de tudo, Bella precisa vencer a resistência do duque.
Miles Grayson era avesso à vida na sociedade. Ele vivia para os seus estudos, paixão que desenvolvera desde a época que ainda era um rapaz, e teve a orientação de um certo pesquisador.
Ele não acredita que Bella seja quem diz ser; seu cabelo estava escuro demais em relação àquela época. Mas daí, ele se lembra de um episódio: quando a mãe de Bella adoecera, uma das empregadas do local tatuou no tornozelo da menina símbolos de proteção para que ela também não adoecesse. E mesmo sendo contra as regras de decoro, Miles exige ver o tornozelo dela.
Para ele, Bella como mulher - e bonita demais para o gosto dele - não deveria entender nada sobre o assunto. Mas a menção dela de que os pais de ambos haviam trabalhado juntos, atiça a curiosidade de Miles, e ele decide dar-lhe um período de experiência.


Aylwin House era tão grande quanto o Palácio de Buckingham. E apesar de Bella conseguir o trabalho, muitas das alas eram proibidas para ela.

Miles sabia que Bella sabia mais do que havia revelado. E o fato de o pai dela ter fugido na ocasião em que o duque anterior fora assassinado numa escavação, só deixava Miles ainda mais desconfiado. Ele precisava descobrir o que de fato acontecera; por que  Seymor Jones havia fugido - nenhum artefato fora dado como desaparecido, portanto, não parecia que ele tivesse roubado algo, e até onde Bella lembrava-se da amizade dos dois quando crianças.

Para Bella a procura pelo mapa não seria nada fácil. Ela não tinha acesso à ala pessoal do duque - e ele deixa claro para ela que se a visse por lá, significaria que ela queria deitar-se com ele, e ele não se faria de rogado; havia o valete de Miles, Mr.  Hasani, egípcio, que aparecia e sumia sem fazer barulho; e os parentes do duque, Mr Oscar Grayson e sua esposa Helen. Este era o herdeiro direto do duque e vivia vigiando para que Miles não tivesse a chance de arrumar outro herdeiro no lugar dele.

Com o passar dos dias novos desafios surgem ao já dificil trabalho de pesquisa de Bella: as lembranças do passado, quando Hasari desperta nela algumas recordações de seu prévio conhecimento com Miles; a presença de outro pesquisador, Mr. William Bambury-Davis, que declaradamente dizia não confiar em Bella porque o pai dela havia sido um ladrão; a descoberta dela de que o tutor do jovem Marquês de Ramsgate havia sido seu pai; o aparecimento de "fantasmas" na casa e, por último, e nao menos importante, o interesse do duque em querê-la em sua cama.

Há uma grande reviravolta no caso, e o mapa que Bella procurava, estava mais próximo do que ela imaginava.




Amei a capa e achei o enredo interessante.
Uma antiga expedição no Egito que acaba tendo um duque assassinado e um arqueólogo fujão. Anos se passam e os filhos dos 2 envolvidos voltam a se encontrar sob circunstâncias estranhas.

Miles lembrava de quase tudo que havia acontecido naquele acampamento, inclusive da menininha loura que vivia seguindo-o e que ele salvou de um incêndio.
Pouco tempo depois, seu tutor, Seymor Jones desaparece, e agora, a sua filha aparece vinda do além, não pedindo nenhuma compensação pelo trabalho do pai, mas apenas um emprego.
Ela era fascinante, destemida e curiosa.
Sua fascinação por ela só fez aumentar e logo estava tendo sérios problemas de "bolas azuis".

Mais à frente, Miles descobre que a ida de Bella à sua casa havia sido manipulada pela Condessa de Milford.
Esta, apesar de ter ajudado de fato a Bella, a participação dela fica meio obscura no final.
Afinal, aqueles sapatos eram mesmo encantados?

São vários os personagens secundários e por algum tempo você acaba ficando um tanto perdida de quem realmente é o algoz.
E quanto ao duque ter um temperamento de "Fera", bom, ele realmente não era um homem sociável, mas não chegou a ser intragável, a não ser para os sanguessugas de seu primo e sua esposa, que não paravam de perturbá-lo.

Talvez o fato deste livro ser o de número 4 da série, algumas questões quanto à Irmandade da Cinderela tenham sido respondidas em livros prévios.

O final é bom e até surpreendente - não pelo conto de fadas do casal, é claro. Sem cliffhanger.
O ritmo é bom também.
Esta é uma autora que merece uma nova avaliação com outra obra. Mas quanto a esta aqui, eu daria  4 estrelas.

Sobre a autora


Goodreads  |  Website  |  Twitter  |  Facebook

*ARC cedido pela editora, através do NetGalley, em troca de uma resenha de opinião honesta
** Gravura>  Aleta Rafton>> www.aletarafton.com/Art.htm

------------------------------------------------------------------------------------------------------

(English Review)

Blurb from Goodreads >> Bella Jones' father, Sir Seymour Jones, was an explorer/adventurer who revealed to her on his deathbed that the late Duke of Aylwin, whom he helped inquire antiquities in Egypt, had promised him half of a pharaoh's treasure. However, Bella must find the map to the hidden trove to prevent her and her brother and sister from living in poverty. 

Bella takes a job as a curator working for the late duke's son to help him catalogue his father's artifacts in London. She doesn't reveal who she is or what her motives are, but when the attraction between them because impossible to ignore, the issue of the hidden treasure becomes a more complicated secret than either of them could ever imagine.
 

Blurb from publishing >> Even a confirmed bachelor can meet his match.Because sometimes fairy tales do come true...
OF ALL THE FABLED TREASURES
Bella Jones feels like a fish out of water in civilized England. Raised abroad by her explorer father, she's amused by the very proper manners of the nobility. Nevertheless, to save her younger siblings from ruin, she must infiltrate a ducal household in order to find the map to an ancient treasure trove. Alas, the haughty, handsome duke stands in her way...unless she can tame his beastly temper, that is.
THE MOST PRECIOUS ONE IS LOVE
Miles Grayson, the Duke of Aylwin, prefers antiquities to, well, everything else. Especially prying females with their irksome questions. But Bella's blue eyes and beguiling smile are improbably charming, and the temptation of her kiss is impossible to resist. As the pair is swept into a mystery that reaches back to their childhoods, Miles realizes that Bella has made the rarest discovery of all-the key to his heart...

Review>> Bella is alone in life and need to take care of her twins siblings, Lila and Cyrus.
When her father died, he told her that she should look for Aylwin and a  treasure map. She returns to London and the Countess of Milford acting as Bella's fairy godmother, directs her to look for work with the  Duke of Aylwin.
It was very difficult to Bella convince the current Duke that she was Seymor Jones' daughter, but then finally she can convince Miles and stay for a short period.
While searching for the map at Aylwin House, Bella must confront  suspicious employees of her; Duke's heirs who didn't want to lose their inheritance; and ghosts that appeared in her room.

Allied to all this, there was the irresistible attraction that Miles and Bella felt for each other. The past comes back to haunt them. Memories of her childhood makes Bella realize that their path had already crossed. Now they need together to find out who wanted to hurt her and where was such a treasure map.
I liked the plot, but I was a little lost at first about  Cinderella Sisterhood story. Perhaps this is best explained in previous books. 
The pace is good. 
There are many secondary characters and any of them can be the executioner. 
The cover is beautiful. I need to read other author's books to acquaint myself better with her narrative.
4 stars.





Nenhum comentário:

Postar um comentário