terça-feira, 10 de novembro de 2015

[MARATONA ROM HIST] Vicky Dreiling - What a Devilish Duke Desires (The Sinful Scoundrels #3)




Ficha técnica: What a Devilish Duke Desires
Autora: Vicky Dreiling
Editora Forever
Lançamento original: 2015
Lançamento BR: ainda não
392 páginas
POV: terceira pessoa
Gênero: Romance de época; Chick Lit

Protagonistas: Harry Norcliffe, Duque de Granfield, e Srta. Lucy Longmore
Local/ano: Londres/1822

"SERÁ QUE A PAQUERA AO LONGO DOS PASSOS DE DANÇA...

Harry Norcliffe nunca quis herdar o título de seu amado tio. A rigidez da Sociedade, os lembretes incessantes de sua mãe com espírito casamenteiro de que deve estabelecer-se com uma dama bem-nascida e produzir um herdeiro: é tudo terrivelmente maçante. Então, quando sua mãe lhe pede para participar de uma competição de dança, ele claramente se recusa. A última coisa que ele precisa é outra obrigação nas costas... Até que uma bela, brilhante e deliciosamente tentadora empregada o faz repensar sua posição.

CONDUZIRIA A UMA SEDUÇÃO ESCANDALOSA?

A maioria das mulheres iria à lua para ser perseguida por um duque rico, para não mencionar perversamente belo, como Norcliffe. Mas Lucy não seria troféu de homem algum. Ela poderia, porém, tê-lo como amigo; e o que começa inocentemente logo acende em desejo. Como Lucy tenta resistir aos beijos escaldantes de Harry, ele faz uma oferta absolutamente irresistível. Ela participaria do concurso de dança com ele, e ganharia um prêmio que poderia mudar sua vida para sempre... Isso se se apaixonar não alterasse os planos.... "


Lucy Longmore não poderia ser a mais simples das mocinhas.
Ela trabalhava como costureira para Madame Delanger, mas também auxiliava o odioso - e bêbado - Mr. Berckley nas aulas de dança que ele ministrava às filhas das senhoras da alta sociedade. Na verdade, Lucy tinha todo o trabalho de dar as aulas e ele ficava com a maior comissão, dando a ela uma ínfima parte. Isso sem contar que ele usava as demonstrações das aulas para aproveitar e bulinar Lucy.
O grande sonho dela era ter o seu próprio estúdio de dança.

Com a chegada da alta temporada e as muitas encomendas de vestidos e enxovais, Madame Delanger precisava de costureiras que trabalhassem 12h por dia e Lucy não era uma delas. Assim, ela acaba sendo dispensada.

Ela morava com sua avó cega e precisaria encontrar outro trabalho para complementar a renda o mais rápido possível. Consegue um trabalho para as quartas à noite, nos bailes do Almack's, servindo a famosa limonada quente e intragável aos convidados. E durante o dia, como faxineira no famoso prédio de cavalheiros solteiros, o Albany.

Prédio este onde mora o duque de Granfield, cujo título herdou há pouco tempo de um tio muito amado.
Harry exasperava sua mãe com essa coisa de continuar morando naquele prédio quando poderia muito bem viver confortavelmente na propriedade que fazia juz ao seu título. Lembrando também que ela não via a hora de vê-lo casado e assentado com uma dama de boa família.

Mrs Norcliffe era uma das novas patroneses do baile Almack's, e ela tinha um plano para atrair seu filho a comparecer neles.
Numa ideia ousada, ela lança um concurso de dança, em que diferente das regras de etiqueta da conquista, o casal poderia - e deveria - dançar o tempo todo juntos. A cada semana seria um estilo de dança e os casais iriam ser julgados e passariam à semana seguinte. Essa permanência na dança daria ao casal tempo para se conhecer melhor e, quem sabe, terminar o concurso com um belo pedido de casamento. Além de o casal vencedor levar um prêmio de 500 libras!
Além de Harry, Mrs Norcliffe criava duas sobrinhas e uma delas, Mina, estava com um pretendente à vista, o Visconde Everleigh. Eles iriam participar do concurso e para ter mais chances, Mrs Norcliffe contrata Mr Berckley. 
O problema foi que ele não só chegou muito atrasado, como veio cheirando a bebida.
Isso já havia acontecido antes com Mrs Vernon, e ela não só dispensara o professor, como contratara Lucy no lugar dele para ensinar suas duas filhas. É Mrs Vernon quem indica Lucy para Mrs Norcliffe.

Mas o que esta não contava era que Lucy e Harry já haviam se encontrado antes... duas vezes.

A primeira vez foi à noite, quando Lucy voltava ainda da loja de costura de Madame Delanger, e um homem tentou assaltar sua cesta. Harry passava pelo local, depois de ter saído do White's onde jantara com seus amigos Bell (livro #1) e Colin (livro #2), e acaba presenciando tudo; inclusive que Lucy soubera se defender muito bem... com uma faca.
No outro dia, quando ele fora ao parque passear com seu cachorro, este solta-se da coleira e acaba indo parar às pernas de uma dama fazer-lhe festa. Esta era Lucy.
Harry fica encantado com ela e quer conhecê-la melhor.
Convida-a para um novo encontro no parque, à tarde, ela trazendo uma chaperone.

Lucy logo percebeu que ele era um homem de posses, e ela era...ninguém. Mas claro que não deixaria de perceber o quão bonito e cavalheiro era, sugerindo até mesmo que ela fosse acompanhada ao encontro.
A chegar em casa e contar a avó sobre seu encontro com o belo e rico cavalheiro, sua avó fica encantada com a possibilidade.

O encontro acaba acontecendo e na carruagem dele, enquanto as levava para casa, numa área bem pobre e perigosa próxima ao Covent Garden, ele finalmente fala sobre seu título.
A avó de Lucy fica surpresa, mas Lucy fica ofendida por ele ter escondido isso a princípio. Se antes, pensando que ele era somente rico, ela achava que não havia possibilidade de acontecer algo entre eles, com ele sendo um nobre então, nem pensar!

Mas havia duas coisas sobre Harry que Lucy não sabia. Primeiro, que ele também já fora pobre, muito pobre. Depois, que ele não era de desistir de uma empreitada com facilidade. E se ela pensava que conseguiria se livrar dele, estava redondamente enganada.

E a vida acaba dando uma forcinha quando ele não só a encontra no baile do Almack's - que a mãe dele o obrigou a ir para levar a ela e as primas, usando de chantagem emocional -, como ao descobrir que ela era a nova professora de dança contratada por sua mãe. E numa terceira vez, quando descobre que ela faz faxina no prédio em que ele mora.

Os encontros se intensificam. 
Lucy não pode se dar ao luxo de perder nenhum dos empregos. Além disso, ela precisa tomar cuidado por estar sendo seguida por Berckley, que cismou ter perdido todos os clientes que dava aula porque Lucy fez intriga contra ele.

Harry fica sabendo da história de Lucy. Sua mãe havia sido criada na alta sociedade, era uma dama. Mas ao apaixonar-se por alguém sem posses e fugir com este, fora deserdada pela família. Para sobreviver na pequena cidade em que moravam, ela ensinava os camponeses a dançar, e Lucy, ainda criança, a ajudava e aprendeu todas as danças. Quando a mãe morreu, o pai desolado passou a beber, a ponto de vender tudo que tinha dentro de casa para ter dinheiro para manter o vício. Até o dia que caiu do cavalo e quebrou o pescoço. Lucy pegou sua avó e foram para Londres. Moravam lá há apenas 6 meses.
Harry descobre o nome do avô de Lucy, o qual ela nunca procurou porque sabia que este nunca quisera contato com a filha.

Entre ajudar Lucy a se livrar de Berckley, que estava cada vez mais ousado em seus ataques a Lucy; repelir sua mãe de tentar casá-lo com Hortense; e convencer a própria Lucy de que a diferença de classe social deles não era empecilho para ficarem separados, Harry iria precisar de toda ajuda possível.

Ele estava apaixonado. Ele sabia que Lucy era a mulher certa para ele e ele a teria de qualquer maneira...

"Eu não vou desistir de nós, e não vou perdê-la"

O terceiro e último livro da série traz um protagonista um pouco diferente do usual.
Ok, ele era lindo, rico e tem um baita título - isso é similar -, mas diferente de outros que custam a aceitar que estão apaixonados (achando sempre que é só tesão e que tão logo tenham a mulher em questão nos braços, a fixação vai passar), Harry admite logo que do encantamento que sentiu à primeira vista por Lucy, este  tornou-se algo mais forte, que valia a pena o investimento. E uma vez a decisão tendo sido tomada, não havia mãe fazendo chantagem emocional, ou a própria mocinha dando uma de difícil, que iriam fazê-lo desistir.

Os amigos Bell e Colin - pau pra toda obra - dão uma ajudazinha, em especial na parte de caçar o filho da mãe do Berckley, que além de beberrão, estava envolvido em esquemas bem escusos.

Lucy era trabalhadora, determinada. Tinha o passado da família que a colocava numa situação de vergonha já que sua mãe havia fugido para Gretna Green para casar e fora abandonada pela família.
Harry seria o perfeito príncipe encantado em sua vida, mas ela tinha os dois pés no chão e não esperava por nada fácil em sua vida. Trabalhava o tanto que lhe era possível, economizando cada centavo para abrir seu estúdio de dança.
A ajuda de Mrs Vernon indicando-lhe novos alunos foi primordial, mas a caça de Berckley estava se intensificando e chegou a um ponto que Harry teve de interceder e as colocou, Lucy e a avó, numa posição delicada (seria ela a nova amante dele perante a sociedade?). Mas para ele as fofocas pouco importavam. Já estava determinado a tê-la como esposa.

O enredo é recheado de detalhes interessantes sobre costumes da época - essa autora é conhecidíssima por suas extensas e precisas pesquisas sobre os costumes -, como comportamentos, falas e danças, sem tornar a história chata. Inclusive aqui pude aprender mais sobre as outras danças (até então eu só conhecia por nome a valsa, o minueto e a quadrilha. Quer conhecer uma outra? My Lord Byron's Maggot).





Os personagens são ótimos, e algumas cenas são bem engraçadas (outra característica da autora). Há o retorno dos personagens dos livros anteriores e, até mesmo, a aparição de dois deles da outra série dela, How To.. Tristan e Hawk (este último ainda sendo meu mocinho preferido dos livros dela).
O ritmo é muito bom.

Agora, é esperar pelo anúncio de sua próxima série/trilogia para 2016.

5 estrelas.

Para conhecer os outros livros:

The Sinful Scoundrels:



How to...>> TRILOGIA

*Gravura> Aleta Rafton



Nenhum comentário:

Postar um comentário