domingo, 22 de novembro de 2015

Tammara Webber - Sweet (Contornos do Coração #3)



Ficha técnica: Sweet
Autora: Tammara Webber
Editora Verus
Lançamento original: 2015
Lançamento BR: 2015
321 páginas
POV: primeira pessoa - Boyce e Pearl
Gênero: Romance contemporâneo; Chick Lit; New Adult

Protagonistas: Boyce Wynn e Pearl Torres Frank
Local/ano: Texas; Georgia/atual, com lembranças de até 15 anos atrás

"Boyce Wynn é um cara ferido e selvagem, mas resiliente. 
Pearl Frank sempre foi uma garota obediente, mas agora está inquieta. 
Quando volta para sua cidadezinha, em crise com sua escolha profissional, Pearl tem duas certezas: Boyce é exatamente aquilo que ela deveria evitar — e tudo o que ela mais quer. Ele é rebelde e barulhento. Indiferente ao que as pessoas pensam dele. Intenso. Forte. Perigoso. Mas Boyce tem mais uma característica — algo que ele esconde de todos, exceto de Pearl: ele é doce."


Foi tarde!



Depois de anos fazendo os filhos de saco de pancada, Bud Wynn finalmente se foi. Agora, Boyce era o dono da oficina, do trailer e da pequena casa junto a este. Ele tinha 22 anos e, apesar de nunca ter sido um aluno brilhante, de ter se metido em mais confusão do que poderia se lembrar, de ter até trabalhado um tempo como cobrador de um distribuidor de drogas, ele era dono de seu próprio negócio; mais do que muitos dos seus colegas "brilhantes" o eram.
Mas havia uma coisa - ou melhor, pessoa - que Boyce não havia conquistado e nem se achava digno para isso: Pearl.

Pearl Frank era a menina CDF da escola; aquela certinha, que sempre sentava na primeira carteira, prestava atenção na aula, tinha todas as tarefas feitas, sempre passava em primeiro lugar, já havia terminado sua primeira faculdade, a Pre-Med, e estava pronta para ir a qualquer outra faculdade de renome pelo país estudar Medicina. Ela batalhou por isso, ela merecia.

Mas havia um enorme porém: Boyce não sabia que Pearl dera um tilt e não queria mais ser médica.
Ao confrontar-se na entrevista para nenhuma menos que Harvard, Pearl travou. E descobriu que queria na verdade voltar para a sua cidadezinha, aquela mesma que sua amiga Melody detestava por não ter nada, e estudar Biologia Marinha.
Ao tomar essa decisão, Pearl não correu para contar para sua melhor amiga, para sua mãe, ou até mesmo para seu namorado, Mitchell; o mesmo que tinha a vida planejada para juntos fazerem o curso. Mas ela disse para Boyce. O seu anjo da guarda.

Aos cinco anos Pearl era Lobinha (escoteira). Estavam em seu trabalho de limpeza na praia. Ela distraiu-se com uma sujeira no mar, até se dar conta muito perto que eram algas e ficou fascinada, e não sentiu o desnível de terra e se afogou. Se não fosse um garoto ali próximo a salvá-la, ela teria ido dessa para o outro lado.
A partir dali, Pearl e Boyce tinham uma conexão. Eles não se tornaram de cara melhores amigos, nem eram da mesma turma da escola, mas, por alguma razão, Boyce sentiu-se impelido a sempre estar por perto para ajudá-la.

Os anos passam e enquanto a vida de Pearl dá uma melhorada, com o casamento de sua mãe com um médico, a de Boyce ia morro abaixo. Primeiro a mãe partiu, quando ele tinha 8 anos, abandonando a ele e seu irmão mais velho, Brent. Depois, seu irmão aos 18 anos, alistou-se na Marinha e logo partiu para várias missões, e no final, a dois meses de voltar para casa, ele morre. Boyce acompanhou a derrocada de seu pai até que foi diagnosticado com qualquer doença hepática de tanto beber. Era só uma questão de tempo. E enquanto isso, ele ia aprendendo métodos de se esquivar do pai para não apanhar; pelo menos até ter tamanho suficiente para encará-lo.

Pearl mantinha a amizade estreita com Boyce em segredo, principalmente a paixão que sentia por ele.
Ela voltou para casa para o curso que queria fazer, mas sua mãe não aceitou muito bem a ideia e Pearl teve que sair de casa e arrumar um trabalho.
Enquanto isso, as dificuldades faziam a amizade deles solidificar.

Boyce descobre, então, que ele não era o herdeiro de seu pai e teve que encarar o retorno de sua mãe à casa. Uma estranha, que estava mais interessada no dinheiro que poderia levantar vendendo a oficina e o trailer.

Entre idas e vindas, passado e presente, erros e acertos, Boyce e Pearl vão conquistando o direito de tomarem suas próprias decisões, de pavimentarem o futuro com desejos mais concretos e de expressarem o que sentiam há tanto tempo.
É um amadurecimento gradativo. 
Ela era a menina privilegiada; ele, o rapaz sofrido, mas com tantas diferenças, eles ainda tinham muito em comum, e um único desejo... Mas antes teriam de aparar as arestas soltas de seus passados...

Eu havia gostado bastando dos 2 livros anteriores, a história de Jacqueline e Lucas/Logan, mas achei este aqui bem melhor.
Para quem não gosta de idas e vindas no tempo, vai ficar meio nauseado com tanta viagem no tempo, mas eu achei a narrativa bem tranquila. O ritmo também foi bom.
Os personagens são complexos e interessantes; às vezes um tanto imaturos, mas isso vale pela forma com que cada um foi criado (ela, superprotegida; ele, todo largado pelo mundo).
Os personagens secundários apareceram em livros anteriores.
Segundo o site da autora, um quarto livro já está pronto, para 2016, mas sem pista de qual personagem ela trará.
O livro não termina em cliffhanger e nem vejo necessidade de ter um segundo com o mesmo casal, já que este aqui traz o ponto de vista dos 2.

Um enredo sem muita frescura, drama ou mimimi de personagens. Há alguns dilemas, mas eles até que são resolvidos bem rápidos.
Final bonito.

5 estrelas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário