quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Jeaniene Frost - The Beautiful Ashes (Broken Destiny #1)



Ficha técnica: The Beautiful Ashes
Autora: Jeaniene Frost
Editora Harlequin Books
Lançamento original: 26/agosto/2014 - Relançamento: 29/setembro/2015
Lançamento BR: ainda não
368 páginas
POV: primeira pessoa - Ivy
Gênero: Romance contemporâneo; Fantasia; Young-adult (maduro)

Protagonistas: Ivy Jenkinses e Adrian
Local/ano: Bennington, Vermont; Gold Hill, Oregon; Kearney, Nebraska; Durange, México; Washington, DC; Collinsville, Illinois; Boone, Carolina do Norte; Miami, Florida/atual

"Às vezes, se apaixonar realmente é o fim do mundo ...

Ivy sempre viu  coisas que ela não podia explicar. Coisas estranhas. Coisas de outro mundo. Mas quando sua irmã desaparece, Ivy descobre que a verdade é muito pior - suas alucinações são reais, e sua irmã está presa em um reino além do alcance de Ivy. A única pessoa que pode ajudá-la é o rebelde perigosamente atraente que está ligado por um antigo legado para traí-la.

O destino que Adrian tem lutado para escapar está aqui - mas ele nunca esperava essa ardente necessidade que ele sente por Ivy. Com o destino de um lado e o desejo do outro, Adrian deve ajudar Ivy a buscar a relíquia poderosa que pode salvar sua irmã. No entanto, ele sabe algo que Ivy não sabe: a verdade sobre seu próprio destino, e uma guerra que poderia destruir o mundo. Cedo ou tarde, será Ivy de um lado e Adrian de outro, e nada mais do que cinzas entre eles..."



Ivy Jenkinses estava atrás da irmã desaparecida há uma semana, Jasmine, e do namorado desta, Thomas. Os pais delas haviam morrido e o funeral seria em dois dias.
A última mensagem que recebera da irmã vinha da cidade de Bennington, por isso, Ivy estava passando por todos os hotéis de estrada perguntando pela irmã.
Uma chuva a surpreende quando ela chega num Bed & Breakfast, e a dona, Sra. Paulson, muito gentilmente sugeriu que ela esperasse o tempo melhorar. Mas a partir daí, uma parte da vida de Ivy que ela teimava em esconder de todos, ressurge com força total.

Há muito tempo Ivy tinha visões. Eram aparições que ela não conseguia explicar. Passou anos fazendo terapia, indo a médicos, e ninguém solucionava o caso. Cansada de ser considerada diferente, ela passou a mentir que nunca mais vira nada.  Para a família era como se os remédios que ela tomava estivessem fazendo efeito.

Só que no dia em que estava nesse Bed & Breakfast, suas visões voltaram com carga máxima, e pior, não eram visões. Ivy foi atacada por algo que ela nem conseguia descrever, mas de alguma forma, ela conseguiu visualizar a irmã presa num lugar fora de seu alcance.

Ao voltar para o seu hotel, ela se depara com um cara dentro de seu quarto e um novo ataque, dessa vez pelo Detetive Kroger, mas este direcionara o seu ataque ao seu visitante desconhecido.

Adrian fora enviado para buscar Ivy e levá-la até a presença de Zach. Ele sabia muitas coisas sobre a vida dela, especialmente que ele deveria se manter longe dela, mas Zach insistia em dizer que o destino dos dois estava traçado a se cruzar.

No encontro com Zach, Ivy fica sabendo que ele era um Anchor, uma espécie de anjo; ele podia ler mentes e que jamais mentia. Tinha vários poderes, como o de fazer a pessoa mudar radicalmente de aparência.
Ele conta a ela que suas visões eram reais; eram aparições de outros mundos, muitas vezes demônios; que sua irmã havia sido sequestrada por um e que Ivy era descendente de Davi - sim, aquele mesmo da Bíblia.

Havia uma visão/sonho recorrente que Ivy tinha, de uma mulher abandonando uma criança e indo embora de carro. Não era sonho; aquilo era parte da história dela.

Para salvar a irmã, Ivy teria de encontrar uma arma que estava escondida em um dos reinos demoníacos: a funda de Davi; a mesma arma usada para derrubar o gigante Golias.




Viajando por várias cidades e tendo ajuda de Adrian e seus amigos, Ivy vasculha pela arma no submundo. Sofrem ataques de todo tipo; baixas; novas revelações são feitas, mas uma das que Ivy mais quer saber, de qual linhagem Adrian era, esta Ivy só ficou sabendo quase que no último minuto.

Ivy e Adrian não poderiam ser mais diferentes. Suas vidas tomaram caminhos diferentes; enquanto ela fora criada por uma família amorosa, Adrian foi criado para fazer o mal e governar com opressão. Apenas quando ele soube a verdade sobre o seu passado que ele decidiu se rebelar, mas ainda assim, a linhagem dele e a de Ivy não eram compatíveis.
E quanto mais proibido, mais eles se sentiam atraídos um pelo outro.

Quando finalmente Ivy consegue localizar a sua irmã e a arma que os demônios tanto temem, de acordo com sua linhagem, Adrian comete o que tanto temia, mas antes de Ivy, ele não tinha nada a perder,e agora, ele teria de provar que era digno da confiança dela e do seu amor...



O enredo é complicado, mas prende o leitor tão logo a gente entende que se trata de passagens e citações da Bíblia.
Ivy obviamente não é uma pessoa comum. Sendo descendente de Davi, ela tinha poderes especiais, além daquele de ter visões.
Seu passado, ainda envolto em mistérios, vai sendo descortinado aos poucos. Ela não sabe quem é sua mãe, mas sabe que ela fez o que fez para salvar-lhe a vida.


Zach não mente e tem plena consciência do futuro, mas ele não tem autorização para contar tudo, por isso, ele vai soltando aos poucos as dicas e munindo os dois jovens e seus ajudantes com as armas necessárias, como o maná, que serve para mais coisas do que apenas alimentar.

Ivy e Adrian sentem-se intrigados um com o outro. Ela precisa da ajuda dele para encontrar a arma de Davi, a funda, assim como para alcançar o submundo e sua irmã.
Adrian deveria se manter o mais longe possível de Ivy. Sabendo sobre as consequências de sua linhagem, os dois sequer deveriam ficar no mesmo ambiente. Mas ele era a pessoa certa para ser o guia dela, já que ele tinha livre acesso ao submundo; além disso, a atração que ele sentiu por ela desde o início, mesmo quando ela tentava vencê-lo numa briga, não o permitia deixá-la perto de outros rapazes, e ele mostrou isso em algumas ocasiões.

Ivy terá de enfrentar a luxúria de Obsidiana por Adrian e a ira de Demetrius ao querer que ela pegue a arma sagrada, mas para ele.
E quando finalmente eles parecem alcançar o seu objetivo, uma nova missão surge à frente deles, e Adrian terá que se mostrar merecedor de Ivy mais uma vez.

O ritmo é intenso. A autora tem costume de colocar seus personagens para viajarem bastante, por lugares pouco ou nunca mencionados em outros livros.
Personagens complexos; bons diálogos.
Não há cliffhanger, mas já deixa o gancho para o próximo livro.
O romance não é tão escancarado ainda neste livro porque os personagens principais ainda estão se conhecendo, debaixo de tantos segredos, mas a base para romperem barreiras no próximo também está aqui.

Recomendação: Com certeza! Leitura inteligente.
Reação: do tipo "wow! Me pegou de surpresa!"





a autora

Nenhum comentário:

Postar um comentário