quarta-feira, 23 de março de 2016

Mariel Grey - A Gentleman's Surrender (Surrender #2)



Ficha técnica: A Gentleman's Surrender
Autora: Mariel Grey
Editora self
Lançamento original: 1° Janeiro/2016
Lançamento BR: ainda não
245 páginas
POV: terceira pessoa
Gênero: Romance de época; Chick Lit

Protagonistas: Lady Monique Cathdon; James Stanton
Local/ano: Londres/1804

"Chame-a de romântica - ou tola - mas Lady Monique Cathdon está determinada a se casar por amor. Depois de assistir seus pais tolerarem um ao outro, a vida parece curta demais para ser desperdiçada em manter as aparências.

Afinal, qual é o ponto de ter um coração se você recusa a segui-lo?

Com um sorriso que o próprio diabo pode se orgulhar, James Stanton não é o que sua mãe chamaria de uma perspectiva matrimonial. Ainda assim, há algo sobre o jovem que faz o coração de Lady Monique acelerar em seu peito, e silencia a voz da razão.

Infelizmente para Lady Monique, as apostas são altas e jovens da alta sociedade pouco se importam com os jogadores não qualificados. Especialmente quando James Stanton está à caça de vingança, e não vai deixar uma mulher inocente - ou seus próprios desejos avassaladores - ficarem no caminho de corrigir erros do passado."


Lady Monique estava em sua terceira temporada e esta estava chegando ao seu fim.
Onde estavam todos os pretendentes que nas temporadas anteriores não saíam de seu encalço? Parece que eles simplesmente já se casaram ou estavam com compromisso firmado com outras damas, e ela estava ali, sem ninguém.
Já não bastava saber que após o término da terceira temporada ela ia começar a ser vista como alguém realmente não desejável, e mais um pouco, uma solteirona irrecuperável, ela ainda tinha que ouvir de sua mãe que deveria se casar com algum nobre.

Monique nunca pensou nisso. Ela queria se casar por amor. Ela queria fazer como sua amiga Lucy, agora Marquesa de Chalifour, que conseguira se casar por amor. O título alto foi apenas um bônus.

Mas sua mãe não estava nada bem de saúde. Ainda estava se recuperando de uma pneumonia e ela temia que se desse algum desgosto à mãe, esta poderia piorar da doença.

Em seu próprio baile Monique acaba descendo tarde e não abrindo o salão de dança. Mas nessa noite, ela é apresentada a James Stanton, o homem que iria povoar suas fantasias nas semanas seguintes.

James Stanton não tinha título mas tinha muito dinheiro.
Era bonito, alto, ótimo porte e tinha uma confiança que deixava Monique nervosa. Era como se ele soubesse de algo que não quisesse compartilhar com ela.
Apesar de seu nascimento britânico, ele passara os últimos 20 anos vivendo na América com os pais, onde o pai decidira ir para vistoriar umas terras herdadas.
Com a morte de sua mãe há pouco tempo, James decidiu que era hora de retornar às raízes e encontrar uma boa esposa.
Só que ele não queria qualquer esposa. Ele queria Lady Monique.
E Lady Monique o queria, mas não podia tê-lo porque ele não tinha título.

Espertamente, James se aproximou dos melhores amigos dela e granjeou sua amizade. Fez o mesmo com o irmão mais velho dela, o Duque de Glenhurst, e este também não encontrou qualquer problema da irmã se casar com ele, e achava exagerada a atitude da mãe em querer que a filha somente se casasse com um nobre. E ele, como o chefe da família, autoriza a corte de James a Monique.

James se submete a participar do Almack's - onde outras mães casadouras iriam caçá-lo para suas filhas. Vai ao Vauxhall Gardens, ao teatro e se candidata ao mesmo Clube de Cavalheiros que o irmão dela.

Tudo isso poderia ser absolutamente normal - já que ele era um cidadão britânico - se não houvesse um motivo escuso por trás de tudo isso, e é esse motivo que pode levar Lady Monique à ruína. Mas mais do que isso, faria o coração dela ser quebrado em mil pedaços porque por mais que James pudesse controlar seu plano de vingança, ele não poderia controlar seu coração...




Primeiro livro que pego dessa autora e fiquei encantada com sua escrita.
O enredo tem seus mistérios, porque tão logo você descobre que tudo não passa de um plano de vingança, você quer saber exatamente por que ele quer se vingar.
Além disso, tem toda aquela insistência da mãe dela para que se case com um nobre. Se, apesar do alto título do irmão, os cofres da família estavam depenados, por que só um nobre serviria?

Monique estava dividida entre ouvir seu coração - e seguir o que sempre acreditara, a saber, casar-se por amor - ou respeitar o desejo de sua mãe. Mas ao saber que a família estava falida tudo torna-se mais emergencial.

James tinha o berço britânico, mas tinha estado tempo demais fora do país. Seu jeito arrogante era o de um homem muito rico, que sabia o que queria e como consegui-lo. E se ele tinha planos para Lady Monique, na certa eles seriam alcançados.
Mas será que no meio do caminho não teria uma pedra que também o faria tropeçar?

Ritmo muito bom. Enredo envolvente. Personagens carismáticos. Sem cliffhanger.
E somando a isso tudo, amei todas as referências dadas pela autora em relação aos costumes de época. Ela traz várias informações interessantes e de locais que são comumente mencionados em outros livros desse gênero. Ótimas referências futuras.


Sobre a autora


Goodreads  |  Facebook  |  Twitter  |  Website

*Gravura: Alan Ayers.

Nenhum comentário:

Postar um comentário