terça-feira, 12 de abril de 2016

Kristen Proby - Listen to me (Fusion #1)




Ficha técnica: Listen to me
Autora: Kristen Proby
Editora William Morrow Paperbacks
Lançamento original: 12/abril/2016  LANÇAMENTO
Lançamento BR: ainda não
336 páginas
POV: primeira pessoa - Addison e Jake
Gênero: Romance contemporâneo; Chick Lit

Protagonistas: Addison Wade; Mia; Cami; Kat; Riley; Jake Keller "Knox"
Local/ano: Portland/atual

"Seduction está rapidamente se tornando o mais  novo point em Portland e Addison Wade tem o orgulho de levar 1/5 do crédito. Ela está determinada a torná-lo um sucesso e não consegue pensar em uma maneira melhor de trazer novos clientes do que colocar música ao vivo. Mas quando o ex-astro do rock Jake Keller entra através das portas para fazer um teste de show no fim de semana, ela sabe que está em apuros. Addie instantaneamente reconhece-o dos cartazes afixados nas paredes de todo o seu quarto. Ele é o típico bad boy... exatamente o tipo que ela gosta e o que ela não precisa.

Jake Keller se afastou dos holofotes há cinco anos e anseia por voltar ao que sempre lhe deu prazer: a música. Se ele começar a trabalhar para uma engraçadinha e linda como o diabo, tanto melhor. Mas fazer Addie dar-lhe a vaga é muito mais fácil do que convencê-a que ele quer mais do que uma brincadeira em sua cama. Mas quando ela começa a baixar sua guarda, o passado de Jake finalmente o alcança.

Sairá Addie mais uma vez machucada, ou Jake será capaz de convencê-la a acalmar suas dúvidas e ouvir seu coração?"

Série nova, nova locação. Dessa vez aportamos em Portland, a maior cidade de Oregon. Ao longo da história a autora nos brinda com a descrição de alguns lugares.



Hillsboro


Multinomah Falls



E é nessa cidade que as cinco amigas de longa data, Addison, Mia, Kat, Cami e Riley, montam um dos melhores restaurantes com comida afrodisíaca no cardápio, o Seduction. 

Addison, ou Addie, é a gerente, aquela que dá a cara ao local, recebendo os clientes e se certificando que todos sejam bem atendidos.
Cami é a contadora. 
Mia é a chef.
Riley cuida do marketing e publicidade.
Kat é a que cuida das bebidas (sommelier e bartender).

Nesta história o foco vai para Addison.
Linda, ex-modelo, deixou de sê-lo depois de lutar contra a ditadura da moda e ser considerada "gorda" para os padrões, mas continuava linda e curvilínea. Namorava Jeremy, da banda Hells Roses, cujo namoro as amigas detestavam porque achavam que ele só queria tirar vantagem dela. Além disso a música dele era péssima.
 Addie tem ideia de colocar música ao vivo no local, mas não no estilo que seu namorado tocava. Uma coisa mais intimista, unplugged, e ela e Kat saem à caça.

Ao irem em outro local onde talentos locais costumavam tocar, elas dão de cara com um que já havia sido muito famoso e andava sumido da mída, Jake Knox.

Jake era o vocalista da banda Hard Knox, famoso pelas boas músicas e as muitas mulheres que saía. Mas há cinco anos a banda se separou e ninguém soube exatamente por quê. E ali estava ele, como se fosse um desconhecido, com seu violão, cantando.
Seria um sonho ter Jake Knox tocando no restaurante delas, mas na certa elas não teriam dinheiro suficiente para pagar seu preço.

Até que dias depois, ele aparece no Seduction se oferecendo à vaga que ainda estava aberta. Ele não ia pelo dinheiro, ele só queria voltar a cantar ao vivo.
Addie foi quem lidou com a contratação dele.
Ele era alto, lindo, cabelos claros, braço tatuado, charmoso e mostrava claramente que também havia ficado impressionado com ela. 
Mas a princípio ela ainda estava com Jeremy, e depois, quando pegou o desgraçado traindo-a com duas ao mesmo tempo na sala de estar da casa DELA, ela não queria mais saber dos bad boys.
Mas quem conseguiria resistir muito tempo a Jake Knox?

Jake Keller fez fama e fortuna com sua banda Hard Knox. Envolveu-se em festas e drogas e numa noite de chuva, após brigar com sua melhor amiga, de infância, Christina, um acidente faz com que ela quase perdesse a vida, e perdesse a perna. Jake nunca se recuperou da culpa que o assolou e a banda teve seus dias contados.
Um de seus companheiros, Max, ficou ao lado dele e juntos montaram a Hard Knox Productions. Em sua propriedade, em Hillsboro, ele montou um estúdio ultramoderno e ali ele compunha, gravava e produzia álbuns de outros grandes artistas. Mas ele não queria saber de voltar à vida de festas, turnês e mulheres sem rostos. 
Uma coisa, entretanto, ele sentia falta: cantar.
E quando ele foi àquele local, com sua voz e violão, e apresentou-se a algumas pessoas, ele teve certeza que teria de voltar a fazê-lo de alguma forma.

Quando Christina insistiu que ele fosse tentar a vaga no novo restaurante badalado da cidade, ele não imaginou que reencontraria a loura sexy que estava na plateia no dia em que tocou.
Ela era linda... e fora dos limites. Não só por ser sua nova chefe, mas por ter namorado.
Mas o namorado "dançou" e uma oportunidade surgiu para que ele pudesse estar próximo a ela. E ninguém poderia acusar Jake de perder oportunidades...



Cada um tinha sua bagagem de sofrimento ao longo da vida.
Addison era bem sucedida no trabalho, mas levava nas costas uma série de relacionamentos mal sucedidos, sempre com ela sendo a traída. Além disso, seu relacionamento com seus pais, apesar de não ser de todo ruim, era literalmente distante, como se eles não fizessem qualquer questão de ter contato com sua única filha. Isso fazia com que ela se sentisse desamada.
Jake carregava a culpa pelo acidente de Christina, entre outras coisas, e se considerava uma pessoa tóxica para aqueles que amava, sempre "causando" acidentes e tristezas.

Quando o relacionamento deles parece passar do patamar puramente sexual para algo mais sério, um "gatilho" faz com que o medo tome conta deles, e cada um age da maneira que sabe fazer melhor numa situação como essa.

Alguém teria de ceder. Alguém teria de dar o primeiro passo.
Restava saber se os cacos estariam em condições de serem colados...



Uau!
Um primeiro livro de série que traz a fórmula certa da autora. Romantismo, comédia, amizade, sensualidade e um final de deixar um sorriso idiota na cara.
Os personagens são maravilhosos, começando pelas cinco amigas.
Isso já indica que serão pelo menos 5 livros.
Elas se dão bem, elas se completam tanto nos negócios quanto na vida.
Entretanto, a melhor cena "ever" de conversa entre amigas se dá entre Addie e Cici, uma cabeleireira amiga de Addie da época em que ela modelava. Perfeita como uma amiga deve ser!!

O ritmo é ótimo. Não consegui desgrudar do livro até o final.
Cenas engraçadas - e claro, a famosa cena de mulheres bebendo. Oh! Mas dessa vez nada de falar sobre orgasmos.
Sem cliffhanger (do casal), mas já deixando gancho para o livro 2 que sai em agosto.




E essas capas?? Um sonho! 

Geralmente eu reclamo que o primeiro livro de cada série dela não costuma ser o melhor, mas dessa vez a autora acertou de primeira. E já me deixou com gosto de quero mais para o próximo, porque o casal em questão já mostrou que tem química.

*ARC cedido para book tour, em troca de resenha de opinião honesta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário