sexta-feira, 3 de junho de 2016

Terri Anne Browning - Nos Braços do Roqueiro (The Rocker #1)




Ficha técnica: Nos Braços do Roqueiro (The Rocker that Holds me)
Autora: Terri Anne Browning
Editora Bezz
Lançamento original: janeiro/2013
Lançamento BR: 2016
102 páginas
POV: primeira pessoa - Emmie
Gênero: Romance contemporâneo; Chick Lit; New adult

Protagonistas: Nickolas "Nik" Armstrong; Jesse Thornton; Shane Stevenson; Drake Stevenson e Ember Jameson "Emmie"
Local/ano: Costa do Golfo; Galveston; NY/atual (passagens 14 anos antes)

"Sair em turnê com quatro roqueiros parece um sonho...

Pelo menos é o que as pessoas me dizem. Para mim, esses quatro roqueiros são a minha família. Cuidam de mim desde meus cinco anos de idade, protegendo-me da minha mãe e de seus episódios de fúria quando estava bêbada e drogada. Mesmo depois de famosos, continuaram cuidando de mim. E quando meu monstro de mãe morreu, eles se tornaram meus guardiões.

Há seis anos eu cuido dos quatro homens que são tudo para mim. Tomo conta deles da mesma maneira que sempre cuidaram de mim. Resolvo tudo, até as sujeiras dos bastidores da vida de um roqueiro. Nem sempre é bonito. Às vezes, chega a ser quase repugnante, principalmente quando tenho que me livrar das transas aleatórias. Ugh!
Realmente não me incomoda tomar conta deles. Quero dizer, não é como se estive apaixonada por um deles. Isso seria loucura. Se apaixonar por um roqueiro NÃO é inteligente.

Tudo bem, então não sou inteligente. Eu amo os meus garotos, e um deles, meio que tem meu coração em sua, grande e calejada, mão roqueira. Mas estou lidando bem com a situação. Por anos, fui capaz de manter o meu pequeno segredo.
Mas, não agora. No entanto, preciso enfrentar o que quer que esteja acontecendo comigo. Isso me assusta pra caramba. Eu odeio médicos, mas de repente, estou mais preocupada em descobrir o que tem de errado comigo, do que o que algum médico poderia me fazer.

Depois de receber o resultado dos meus exames, minha vida nunca mais será a mesma novamente..."


Ember Jameson, ou Emmie, como é chamada, é a babá dos integrantes da banda Demon Wings. Aos 21 anos ela se sente mais do que feliz em fazer isso, afinal, aqueles quatro rapazes tomaram conta dela quando eles tinham 15 anos e ela, 5.

Eles eram vizinhos numa comunidade de trailers, e apesar de todos ali serem baixa renda, com certeza Emmie era a que tinha a vida mais difícil.
Desde pequena foi obrigada a ver a mãe entupir-se de drogas, arrumar um namorado atrás do outro e pior, jamais dava atenção a filha, a não ser quando queria usá-la como saco de pancada.
Por causa disso, Emmie aprendeu não só a ficar fora do alcance da mãe, como a fugir em busca de ajuda, e esta ajuda quase sempre era Nik.

Nik, Jesse, Drake e Shane eram amigos da vizinhança e da escola. Tinham uma banda no Ensino Médio que começa a fazer um certo sucesso na pequena cidade em que viviam. Emmie ainda era muito pequena para participar dos shows deles, mas eles a mantinham informada de tudo que acontecia.

Esse sucesso criou asas e eles assinaram contrato com um empresário. Isso significava sair daquele mundinho em que viviam. Mas Emmie não era responsabilidade deles oficial, ela vivia com a mãe. Por isso, eles deixaram um pessoa de olho na menina, assim como um celular para que ela e os rapazes pudessem se falar sempre. Além disso, enviavam dinheiro para que ela pudesse comprar o que precisasse, já que sua mãe sequer se importava se tinha comida em casa desde que ela tivesse dinheiro para as drogas.

Quando Emmie tinha 15 anos e os rapazes estavam em turnê, ela chega em casa, da escola, e encontra a mãe morta. Imediatamente ela liga para os rapazes que vêm em seu auxílio. Sendo menor de idade e sem familiares, ela seria colocada num foster care e os rapazes perderiam contato com ela. Mas eles conseguiram convencer o Serviço Social de que ela era deles e, assim, ela passa a acompanhá-los.

Ela termina seus estudos de forma online e começa a cuidar dos rapazes.
Agora, aos 21 anos, ela sabe exatamente o que fazer para que eles tenham a retaguarda coberta. Ela providencia bebida e alimentos para eles quando estão em shows ou ensaiando; ela cuida para que as fãs não invadam a área do backstage, mas fiquem na parte certa para que os seguranças possam vigiá-las.
O empresário da banda, Rich Branson, colocou-a na folha de pagamento quando ela atingiu 18 anos, porque para ele era muito mais fácil tê-la ali, fazendo o serviço que deveria ser dele, e ele só capitalizava os lucros.

Mas acontece que de umas semanas para cá, Emmie não vem se sentindo bem. Nenhum apetite e sempre vomitando.
Por conta de seu medo mórbido a médicos, ela não quer se consultar e confirmar que tem uma doença incurável. Até que se torna impossível para ela esconder dos rapazes como vem se sentindo.
Tudo piora quando durante um show, Nik, por quem Emmie nutre uma paixão platônica, apresenta ao público uma nova música, romântica, sendo que as músicas dos Demon Wings não eram desse tipo.
Ante a possibilidade de saber que Nik estava apaixonado por alguma mulher, ela passa mal ao ponto de desmaiar e é Axton Cage, vocalista de outra banda e amigo deles, quem a leva ao hospital.

Após exames, a surpresa.
Os rapazes aparecem no hospital após o show mas só na manhã seguinte descobrem qual o problema de Emmie.
A partir daí há toda uma mudança nas atitudes dos rapazes da banda por conta da saúde dela.
Finalmente Emmie tem coragem de abrir seu coração para Nik, mas a grande questão era: e ele?
Ela estava acostumada a vê-lo sair para transar com qualquer tipo. Por várias vezes foi ela quem "limpou o lixo" das garotas nos quartos de hotel, no dia seguinte. Nik era bonito, talentoso e tinha mulheres aos seus pés; na certa ele não se interessaria por aquela menina suja, com a boneca trapo na mão e fugindo de uma mãe viciada.

Ou será que sim?...



O enredo é bem interessante, trazendo quatro jovens de famílias pobres - e um deles com um problema bem mais sério que o usual, mas que só será abordado em livros à frente - e determinados a saírem daquela pobreza fazendo o que mais gostavam: tocando.

Demon Wings é uma banda que vem com a mesma formação desde os tempos do colégio. Suas músicas retratam principalmente as agruras da vida. Por isso todos estranham quando Nik aparece num show com uma música romântica.

Todos, inclusive a Emmie, mostram-se resilientes.
Para Emmie, apaixonada por Nik desde que se entende por gente, é difícil vê-lo com outras mulheres, as fãs, mas ela entende que tudo não passa de sexo. Mas se ele se apaixonasse por alguma, como seria a vida dela? Na certa ela teria de ir embora.

Além dos livros dos outros integrantes da banda, a autora arrolou ao projeto a história de Axton, que é de outra banda do mesmo empresário, a Other World, e integra a outra série, dos integrantes dessa outra banda, a esta.

Os personagens são interessantes.
O ritmo não é ruim.
Sem cliffhanger.
A capa achei tudo a ver com a história e a textura da mesma é aveludada. Uma delícia!!!
No entanto, analisando a escrita e a forma com que a autora apresenta a vida deles, em meio ao show bizz, sexo e rock'n'roll, achei tudo muito ingênuo. Porém, ao ver a bibliografia da autora, entendi que este livro aqui foi o primeiro dela lançado. Conforme se avança na série, percebe-se o amadurecimento da autora. Tanto que, esta mesma história, pelo ponto de vista de Nik, com várias cenas inéditas, só vem a ser no livro #5. E que diferença!!! Muito melhor!!!

Por isso, não dou 5 estrelas a este livro, mas sei que os próximos serão melhores, a história de Nik é encantadora.

4 estrelas

Sobre a autora



Nenhum comentário:

Postar um comentário