terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Abbi Glines - Kiro e Emily (Rosemary Beach #9,5)




Ficha técnica: Kiro e Emily (Kiro's Emily)
Autora: Abbi Glines
Editora Arqueiro
Lançamento original: 2014
Lançamento BR: 2016
132 páginas
POV: primeira pessoa - Emily e Kiro
Gênero: Romance contemporâneo; Chick Lit; Drama

Protagonistas: Kiro Manning e Emily
Local/ano: Chicago; Carolina do Sul; Los Angeles/1992 (20 anos depois)

"O ano é 1992, e a Slaker Demon é a maior banda do momento. Ganhadores do disco múltiplo de platina, tendo turnês inteiras com ingressos esgotados, liderando as paradas de sucessos e acumulando rios de dinheiro, seus integrantes são a definição perfeita de deuses do rock.

Por isso, não é de estranhar que o bad boy incrivelmente sedutor Kiro Manning, vocalista da banda, tenha todas as mulheres a seus pés. Ou pelo menos era isso que ele pensava até ser rejeitado por Emily, uma jovem linda que apareceu inesperadamente em uma das badaladas festas pós-show.

Emily é diferente. Determinada. Pura. Especial. Ele a deixou escapar quando se conheceram, mas não para de pensar nela desde então. E ao se reencontrarem, Kiro promete não desistir desse sentimento novo que faz com que ele queira ser alguém melhor. Alguém que mereça ser amado.

Neste livro emocionante, Abbi Glines nos transporta de volta no tempo para apresentar o romance secreto que todos os jornalistas tentaram desvendar em A primeira chance. E, nessa jornada, ela mostra que o amor verdadeiro supera qualquer barreira
."

Esta história é uma volta ao passado. Pode ser lida como stand alone, mas será melhor entendida se você conhecer a série.

Quem acompanha a série já ouviu falar na Banda  Slacker Demon, cujo baterista é o pai de Rush (dos 2 primeiros livros da série), Dean Finlay, e o vocalista é o belo Kiro Manning, pai de Harlow (sua filha preferida), Mase (o cowboy criado no Texas por sua mãe e padrasto, o filho mais velho) e a insuportável Nanette - Nan.
De tanto lermos sobre o amor desmedido que Kiro sente por sua esposa, Emily, a autora acabou escrevendo como se deu o romance deles.
A banda Slacker Demon é daquelas típicas em que os componentes adoram muito sexo e drogas. Eles não se furtam a dormir com as fãs que avidamente esperam e se oferecem a eles após cada show.
Emily estava acompanhando sua prima Sonya, que era uma dessas fãs ardorosas.
Emily também gostava da banda, mas de uma forma saudável, sem ter necessidade de viajar pelo país atrás deles. Sonya sim. E ela usava como desculpa um certo problema familiar, que precisava ficar longe dos pais, e ela sabia manipular bem a Emily para que esta a acompanhasse.

Após um certo show, Emily se viu em meio a uma festa cheia de pessoas seminuas fazendo sexo em qualquer lugar. Sentindo-se mal ao presenciar todo aquele espetáculo, ela resolve ir embora, mas ao procurar por sua prima, acaba chamando atenção de Trac Trace, o baixista. 
Enquanto Emily tentava fugir dele, Kiro presta atenção na confusão e imediatamente sente atração por Emily ao perceber que ela destoava totalmente daquele ambiente.
Na intenção de reencontrar Emily, Kiro deixa que Sonya passe a noite na cobertura deles, no hotel. No dia seguinte, Emily é obrigada a ir até lá para levar as malas da prima e pegar dinheiro, porque ela havia decidido voltar para casa, na Carolina do Sul.
Para surpresa de Kiro, ao reencontrá-la e tentar algo com ela, ele descobre que ela era virgem. A partir dali, com muito esforço, eles começam uma amizade.

Emily havia voltado para casa. Os meses passam e ela começa a se envolver com um cara do trabalho.
Ela e Kiro se falam por telefone quase todas as noites, não importando em que lugar a banda estivesse fazendo turnê.
Querendo tê-la mais próximo, ele oferece a ela a vaga de gerente de sua casa, com um salário altíssimo (muito maior do que ele pagava de fato à ex-gerente) e a leva para sua mansão em Los Angeles.
Lá, local que ele dividia com Dean, Emily fica sabendo de mais detalhes sobre os casos de Kiro, entre eles com uma das ex de Dean, mãe de Rush, e que dizia estar grávida de Kiro - coisa que ele negava.

O relacionamento de Kiro e Emily cresce. Eles se entendem. Ele se torna bem dependente dela a ponto de só aceitar fazer qualquer turnê se ela os acompanhasse. Como ela se mostrava ser ótima influência para ele, os outros membros da banda não se importavam.
Foi Emily quem fez Kiro se aproximar do filho que ele sequer conhecia, entrando em contato com a mãe deste e as duas se tornaram grandes amigas.
O casamento deles ia muito bem e o romance deles era de conto de fadas.
Mas...


Para quem conhece a série, sabe o que acontece um pouco depois do nascimento de Harlow, e você fica no íntimo torcendo que um milagre aconteça.
É um conto lindo, simples, mas, ao mesmo tempo, triste.
Vinte anos se passam. Harlow teve o seu bebê-milagre. E a vida segue seu rumo...


O livro encontra-se de GRAÇA no Amazon, como cortesia da editora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário