quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Valerie Bowman - The Legendary Lord (Playful Brides #6)






Ficha técnica: The Legendary Lord
Autora: Valerie Bowman
Editora St. Martin's Paperbacks
Lançamento original: 1°/novembro/2016
Lançamento BR: ainda não
50 capítulos
320 páginas
POV: terceira pessoa
Gênero: Romance de época; Chick Lit

Protagonistas: Christian Forester, Visconde Berkeley e Lady Sarah Highgate
Local/ano: Escócia; Northumbria; Inglaterra/1816

"NASCE UMA LENDA...

Quando Christian Forester, Visconde Berkeley, foge dos salões abafados de Londres para sua casa de caça escocesa, a última coisa que ele espera encontrar é uma mulher incrivelmente bela. Mas a situação da linda jovem Sarah Highgate, que fugiu de um noivado indesejado, inspira uma troca eminentemente prática. Ele vai proteger sua reputação perante a Sociedade se ela ajudá-lo a como melhor atrair uma noiva adequada...

Como a Bela da Temporada, Sarah encantou muitos pretendentes. Ainda assim, ela não está interessada em casamento, especialmente não com o pomposo entediante que seu pai escolheu para ela. Mas sua fuga apressada parece imprudente agora que ela está afastada de sua família e não tem ninguém com quem contar além de Christian. 
Transformar o desafortunado cavalheiro no grande partido tem outra conseqüência não planejada para Sarah: será que ele roubou-lhe o coração?"


Christian Forester é aquele homem de boa aparência mas que, por alguma razão, por mais que consiga se aproximar das damas, no final das contas ele se torna amigo delas e elas... se casam com outros.
Ele, de verdade, gostaria de encontrar a sua parceira, mas já estava cansado de ser apenas o "melhor amigo".

Querendo fugir da agitação de Londres em plena temporada, ele decide ir para sua casa na Escócia, mas é surpreendido por uma jovem, belíssima, que estava hospedada na casa dele, dormindo na cama dele, sem seu consentimento.

Lady Sarah Highgate fugiu de Londres, num momento de desespero, ao descobrir-se noiva de Lord Alistair Branford, Marquês de Branford. Ao fugir, ela tinha como plano criar um escândalo e fazer com que o Marquês rompesse o compromisso.
Na fuga, ela e sua dama de companhia, Mrs. Goatsocks, se perdem e vão parar na casa de Forester. Para piorar a situação, Mrs. Goatsocks torce o tornozelo e isso iria significar ficar com o pé imobilizado por pelo menos um mês.

Fergus, o caseiro de Forester, cujo cão também se chamava Fergus, leva Mrs. Goatsocks para ver o médico do vilarejo e eles ficam presos lá por conta do mau tempo.

Nesse ínterim, Christian chega e fica sabendo da história de Lady Sarah. Como os dois também estavam presos por conta do tempo, o jeito foi aproveitarem a companhia um do outro.
Sendo o cavalheiro que era, Christian não pensou em tirar vantagem da jovem.
Ela se arrepende de ter tomado a decisão de fugir e que isso traria consequências para o pai dela, mas Christian garante a ela que pode ajudá-la a sair dessa situação. Em troca ele lhe pede um favor, que ela lhe ajude a se mostrar mais apresentável à Sociedade para conseguir uma noiva.

Lady Sarah, apesar da pouca idade, 18 anos, não se fez de rogada e disse a Christian exatamente no que ele estava errando.
Ela lhe dá dicas de como se vestir melhor, até mesmo indicando as lojas em que ele deveria ir para encomendar novas roupas e sapatos; a como ele falar melhor e jogar um certo charme nas damas, e até a importância de ter uma certa "fofoca" a respeito dele. No momento era como se o Visconde Berkeley não existisse; ninguém falava nele!!

O clima entre eles começa a esquentar, mas antes que qualquer coisa acontecesse, Fergus retorna informando que a chaperone dela, na verdade, quebrou o tornozelo e não poderia viajar por algum tempo.
Cumprindo o que prometeu, Christian a ajuda levando-a à casa de uma de suas amigas casadas, que por sua vez chama outras para ajudar no esquema: Lucy e Cassandra.

Os dois se despedem poucos dias depois e só voltam a se encontrar num baile.
Sarah ainda estava noiva de Branford e quando Christian é anunciado no baile, surpresa das surpresas: ele estava totalmente repaginado!!

A partir dali criava-se uma lenda, graças a ajuda de Sarah cumprindo a promessa em ajudá-lo se ele a ajudasse a voltar à Sociedade sem mais problemas à sua reputação.
Agora, vendo o quão interessado em Sarah Christian estava, Lucy decide que é hora de mudar o jogo a favor do amigo, mas Christian jamais tiraria a noiva de outro cavalheiro.

Os dois vivem se encontrando ao longo dos eventos da temporada. Mais rumores (positivos!) são espalhados sobre ele e Sarah se vê irremediavelmente apaixonada pelo mito que ela mesma ajudou a criar. Mas agora, como ela poderia ficar com ele ainda sendo noiva do marquês e com Christian cortejando outra pessoa?



O Bom Amigo e a Jovem Inconsequente.
Eles nunca haviam se encontrado nos eventos. Tendo uma natureza de ser empático com as pessoas, independente do gênero, Christian conseguia fazer com que as damas se sentissem bem e seguras com ele. Ele não tinha o jeito canalha de ser ou que fizesse uma bandeira vermelha ser tremulada por mostrar-se perigoso. E com isso, as moças o viam como um bom amigo e não como um cavalheiro a ser conquistado.
Christian perdeu as contas de quantas mulheres ajudou a casar...com outro.

Ao conhecer Lady Sarah, a Bela da Temporada, ele viu a oportunidade de ter uma opinião feminina sincera de onde ele estava errando. E os erros eram muitos!!

Quando voltam a se encontrar, nem ela mesma acredita quando o vê tão mudado, chamando a atenção das outras jovens e sendo aclamado a sensação da temporada.

Ela ainda tinha o compromisso acertado com o marquês, e ele não era do tipo de entrar num confronto direto pelo direito à noiva de outrem.

Mais uma vez, Lucy age para ajudar um amigo e suas armações acabam por fazer com que mais do que um casamento fosse cancelado e, talvez, a reparação fosse impossível de se dar...

Ritmo muito bom. Personagens cativantes. Alguns dos personagens secundários já são conhecidos de livros anteriores da série. Sem cliffhanger.

*ARC cedido, via NetGalley, em troca de uma resenha de opinião sincera
**Gravura: Jon Paul Ferrara

Nenhum comentário:

Postar um comentário