quinta-feira, 30 de março de 2017

Jamie McGuire - Algo Belo (Belo Desastre #2,6)



Ficha técnica: Algo Belo (Something Beautiful)
Autora: Jamie McGuire
Editora Verus
Lançamento original: 2015
Lançamento BR: 2017
125 páginas
Prólogo + 10 capítulos
POV: primeira pessoa - Shepley e America
Gênero: Romance contemporâneo; Chick Lit

Protagonistas: Shepley Maddox e America Mason
Local/ano: Illinois; Wichita, Kansas; Topeka; Emporia/atual

"America Mason é audaciosa, decidida e apaixonada — mais especificamente por um Maddox: Shepley, primo de Travis e de seus quatro irmãos. Diferentemente dos primos, Shepley é mais um amante que um lutador, mas uma viagem para a casa dos pais de America em Wichita, no Kansas, pode significar o próximo passo no relacionamento dos dois — ou o fim de tudo."



E antes de irmos para o último dos irmãos Maddox, Tyler, vamos dar um "break" e falar de outro casal que muito aparece na história de Abby e Travis: Shepley Maddox, primo de Travis (as mães dos dois eram irmãs) e America, amiga e quase prima de Abby.

Eles se conheceram na época da Universidade Eastern. Shep e Travis estavam no segundo ano, enquanto Abby e America (Mare) eram calouras.
Desde o primeiro instante em que Shep viu aquela loura, ele ficou fascinado, e deu um jeito de serem apresentados por amigos em comum.

Mare era nova na cidade também, vindo do Kansas. Ela era moderna, falava o que vinha à mente e corria atrás do que queria. Por isso, quando percebeu o interesse de Shepley por ela - e ele era mesmo uma gracinha -, ela não se fez de rogada e convidou-o para sair. 
Nervoso, ele tentou caprichar num piquenique para, no final, ser ela quem o ataca.

Se você leu a série Belo Desastre, sabe que o namoro de Shep e Mare dependia um tanto do namoro e humores entre Abby e Travis, porque como as duas eram inseparáveis, Mare sempre tomava as dores de Abby na briga, e isso afetava seu relacionamento com Shep, porque ele não querendo ficar mal com o primo, acaba sofrendo as represálias.

Mas apesar das idas e vindas, o namoro seguiu em frente.

Até que Abby e Travis se casam enquanto Shep e Mare estavam viajando.
Animado com a ideia, Shep pede Mare em casamento, mas ela rejeita sentindo-se ainda despreparada para dar tal passo.
Meses adiante ele pede novamente, e de novo ela rejeita.

O namoro começa a sofrer. Ela sente que Shep não é mais o mesmo, apesar de ele garantir que ainda a ama. Com isso, ela quer dar um empurrãozinho e fazê-lo pedi-la novamente.
Ela planeja uma viagem de carro até a casa dos pais dela. Isso daria tempo para eles ficarem no carro, e oportunidade para ele tocar no assunto. Mas o clima entre eles ainda estava estranho, e começa que o clima, do lado de fora, também muda.

Eles estavam passando por uma área de tornado e são pegos por um deles no meio da viagem.
Eles saem do carro e procuram um abrigo seguro. Acabam debaixo de uma ponte junto a outras pessoas, mas como o local estava cheio, não havia fissuras suficientes na parede para que pudessem se esconder. Shep faz com que Mare entre em uma delas mas ele mesmo acaba sendo levado pelo tufão.

Tempo depois, machucada, Mare é levada ao hospital e fica desesperada à procura de Shep, que não estava lá entre os feridos. Começa a caçada por ele, enquanto o remorso a comia por dentro, achando-se culpada por tê-los metido naquela situação. Com que cara ela contaria aos pais dele de que ele estava morto?


O livro é mais um conto.
Este é um casal fofo da série original e é uma pena que a história deles é contada como uma colcha de retalhos, com várias passagens de tempo, apenas com o objetivo de mostrar que, no fim das contas, eles ficam juntos.
Se o objetivo era acalmar os ânimos dos leitores da série de como foi a história do casal, bom, não precisava ter o livro para mostrar isso. A gente meio que já desconfiou que eles também terminaram juntos.
Talvez uma das partes mais interessantes seja a que Mare vê que Shep faz juz ao sobrenome Maddox. Apesar de não ser tão avantajado em físico quanto os primos, ou tão brigão quando Travis, Shepley mostra que também é bom de briga.
Uma pena...

3 estrelas  

Nenhum comentário:

Postar um comentário