segunda-feira, 2 de março de 2015

Valerie Bowman - Secrets of a Wedding Night (The Secrets Brides #1)



Ficha técnica: Secrets of a Wedding Night
Autora: Valerie Bowman
Editora St. Martin's Paperback
Lançamento original: setembro/2012
Lançamento BR: ainda não
334 páginas
POV: terceira pessoa
Gênero: Romance Histórico


Protagonistas: Devan Marcus Sandridge Morgan, Marquês de Colton e Lily Andrews, Condessa de Merril
Local/Ano: Londres; Northumberland, Inglaterra/1816

"Como parar um casamento

Jovem, viúva, e sem dinheiro, Lily Andrews, a Condessa de Merrill, tem opiniões fortes sobre o casamento. Quando ela vê um determinado anúncio de noivado no The Times, ela decide tomar uma atitude. Ela não vai permitir que outra garota infeliz seja vítima de um homem, particularmente o canalha que quebrou seu coração há cinco anos. Anonimamente ela escreve e distribui um panfleto intitulado "Segredos de uma Noite de Núpcias", sabendo que vai encontrar seu caminho para as mãos inocentes do destinados ...

Como seduzir uma viúva

Devon Morgan, o Marquês de Colton, deseja uma boa esposa e mãe para seu filho, alguém completamente diferente de Lily Andrews, a beleza sem coração que o levou em uma perseguição alegre, há cinco anos apenas para rejeitá-lo. Quando a nova noiva de Devon o dispensa depois de ler um certo panfleto escandaloso, ele promete rastrear o autor e fazê-lo pagar. Mas quando ele descobre que é sua ex-noiva Lily, ele emite um desafio: escrever uma retratação ou preparar-se para ser seduzida - e descobrir o quão maravilhosa a noite de núpcias pode ser..."


Este é mais um daqueles casos em que você é apresentado a uma autora por um livro e descobre que faz parte de uma série...e que você NÃO começou pelo #1...

Pesadelos à parte por conta do TOC literário, devo dizer que se eu tinha algum medo de ler este livro após ter amado o livro #2, foi totalmente ilógico.

A autora tem uma escrita ma-ra-vi-lho-sa. A leitura flui super bem;o ritmo é ótimo; os personagens são fortes e envolventes e o enredo tem sua dose certa de drama e mistério até que tudo termine bem.
Sim, estou começando minha análise de trás para frente, mas o livro merece.
E só para variar, nenhuma editora ainda descobriu a série...

A história:

Um baile de apresentação à sociedade. Lily Andrews fora educada para ser a sensação em sua época e os esforços de seus pais para tal não foram em vão. Aos 17 anos, em seu baile, ela fizera o maior sucesso, tendo vários candidatos já interessados em pedir a sua mão. Entre eles estava o Conde de Merril, um homem que bem podia ser pai dela, com pelo menos 30 anos a mais que ela. Mas ele era muito rico, o que era benéfico para a família Andrews já que o pai de Lily era conhecido por sua fraqueza pelo jogo.

E também houve Devon Morgan, que aos 22 anos já era considerado um dos homens mais lindos da ton. O problema era que ele tinha título e beleza, mas seu pai também era um jogador inveterado, e com os cofres vazios, seria melhor que o filho se casasse com uma herdeira.

Após dançarem por duas vezes, o máximo permitido a um casal que não estava comprometido, eles estavam atraídos um pelo outro. Devon sabia que não tinha qualquer chance com Lily, mas ela pouco se importava com isso, e uma terceira vez eles dançaram, nos jardins, à luz do luar.

Cinco anos se passam e Lily é a Condessa de Merril, viúva, cuidando da irmã caçula que está prestes a debutar, e sem um tostão, já que tendo ficado casada por apenas um mês, ela não pôde ter um herdeiro e um parente distante de seu ex-marido, que herdou o título, também herdou todo o dinheiro. Ela só continuava morando na mesma casa porque o novo Conde preferia morar no campo à cidade. Mas ela sabia que cedo ou tarde a casa em Londres seria reclamada.

Por sua vez há Devon. Agora ele é o marquês mas a fama que ronda na cidade é que ele herdara do pai a fixação pelo jogo. Estava noivo da Srta. Templeton, que possuía um dote escandalosamente obsceno, mas foi dispensado depois que sua noiva leu um certo panfleto que era a nova sensação da cidade: Segredos de uma Noite de Núpcias.

Por alguma razão Devon tinha certeza que aquele panfleto infame havia sido escrito e enviado à sua noiva por Lily e ele vai até a casa dela tomar-lhe satisfação e exigir que ela se retratasse.

Obviamente Lily negou tudo; e como o panfleto teimava em contar as agruras que aconteciam à uma mulher em sua noite de núpcias, Devon acusa-a de ser uma mulher mal amada e que no caso dela só havia um jeito: ele teria de seduzi-la para que ela visse que nem todos os homens são ineptos na cama.

O que era para ser visto como algo indigno acabou sendo uma frustração porque na verdade, Devon jogara aquele desafio mas desaparecera. Nada de visitas, cartas ou presentinhos. Ela recebia essa atenção de outros homens, menos dele.
O aparecimento dele se deu dias depois quando ele envia a ela uma sala repleta de flores, e não apenas um buquê como os outros pretendentes.
E o que ela fez com tudo aquilo? Preocupada em como teria dinheiro para alimentar os que moravam com ela, ela vende todas as flores em Vauxhall e tem dinheiro para pelo menos mais uma semana.

A partir daí começa o plano de sedução dele: um baile aqui, um beijo; um passeio em Hyde Park, outro beijo; um jantar menor acolá, mais um beijo, e assim vai.
Lily passa a não conseguir negar a si mesma que o que sentira por Devon há cinco anos ainda estava ali, latente. Mas como ela poderia unir-se a um homem notadamente pobre, endividado, que precisava se casar com uma herdeira?

Devon tinha um plano: fazer com que Lily se apaixonasse por ele e depois ele a dispensaria assim como ela fizera com ele há anos.
Ele estava disposto a fugir com ela para Gretna Green. Havia até mesmo pesquisado locais para se hospedarem ao longo do caminho à Escócia, e agora lá estava ela, com toda sua altivez, sempre jogando na cara dele o jogador falido que era. Não, ele não poderia deixar passar essa oportunidade, até porque...  ele não estava falido.


Depois de passar anos vendo seu pai dilapidar toda a fortuna da família e cada vez mais se afundar na lama de sua própria desgraça, Devon prometeu a si mesmo e ao pai, em seu leito de morte, que daria um jeito de recuperar tudo aquilo. Em especial o anel com o sinete dos Colton, que o pai havia perdido num dos jogos contra o conhecido Lord das Profundezas, Gilbert Winfrey.

Na verdade, Devon tinha uma aptidão para os números e ele conseguia contar as cartas como ninguém. Fora do círculo de Londres, jogando, ele conseguiu recuperar sua riqueza e fazer mais. Investiu o dinheiro em navegação, reformou as casas que sobraram e comprou novas. Mas em Londres ele deixou que sua fama de jogador e devedor continuasse. Ele não queria que as pessoas, fossem amigos ou mulheres, se aproximassem dele apenas pelas suas posses. O título de marquês não havia como esconder, mas o dinheiro sim.
Assim, enquanto Lily pensava que ele precisava desesperadamente de uma herdeira para se reerguer, ele tinha mais dinheiro nos cofres do que muitos nobres por ali.

O embate entre os dois continua, com a agravante de que agora rola no Brook's, um clube exclusivo para cavalheiros do qual Devon e Jason fazem parte, uma aposta em relação ao desafio deles. A aposta consistia em se Devon ia conseguir levar para cama a autora de Segredos de uma Noite de Núpcias até o  dia da festa no campo dos Atkinsons.

O baile de apresentação de Annie chega, oferecido pelo melhor amigo de Lily, James Medford. Nessa mesma época Lily recebe uma carta do novo conde exigindo que ela saia da casa nos próximos dias porque ele pretende passar a temporada lá com sua família.
Sabendo que seu tempo na capital havia acabado, Lily decide aceitar o convite da festa no campo e depois ir direto para a casa de uma prima, que apesar de ter poucos recursos, aceitara hospedá-las.

Cansada de ser taxada de previsível, e já sabendo sobre a aposta no Brook's, Lily resolve agir diferente; e ao invés de ser seduzida por Devon, ela decide seduzi-lo. Já que em breve eles não se veriam mais, que pelo menos ela tivesse sua última noite com ele...




"Eu tenho um segredo pra te contar, Lily,
não que isso importe agora...
Mas eu era apaixonado por você há cinco anos.
Louca, idiotamente apaixonado por você"


Após a noite de amor, uma reviravolta acontece: Medford pede Lily em casamento, Annie foge para Gretna Green com Arthur Eggleston, Lily e Devon vão atrás dos dois para tentar evitar um escândalo; ao voltarem, esse escândalo foi abafado mas agora todos pensam que quem fugiu para casar clandestinamente foi ela!
Havia muito ainda para ser resolvido entre os dois e mais essa nova fofoca precisava ser contida. Teriam eles como acabar com a notícia falsa e cada um ir para um lado? Ou poderiam perdoar os erros passados e darem-se uma nova chance?

Devon e Lily têm cinco anos de história mal resolvida.
Por conta de uma troca de bilhetes malfadada, do perdularismo dos pais de ambos e da chegada inesperada de uma criança, eles foram afastados um do outro. Lily sofrendo a decepção amorosa, achou melhor seguir as ordens do pai e casar-se com o Conde de Merril. Devon viu-se envolvido num desafio mais inesperado.
Os anos passam e apesar de toda resistência, eles continuavam sentindo algo forte um pelo outro.
As circunstâncias pareciam desfavoráveis: Lily precisava de dinheiro mas não queria se submeter a um novo casamento; tinha sentimentos por Devon, mas a fama que ele carregava de jogador não a permitia se aproximar dele. Ela até poderia ficar com um homem que não fosse rico, mas ela precisava de segurança, tendo vivido com um pai do jeito que era, e só de pensar que Devon a faria viver aquele inferno de novo, ela preferia sufocar o que sentia no  coração.

Já Devon, a princípio, quis se vingar. Primeiro pela perda da noiva, depois, pelo que Lily o fizera sofrer anos atrás. Além disso, ele precisava de uma mãe para o seu filho Justin, de 4 anos, e logo produzir um herdeiro legítimo.

Entre tantos desencontros, dois personagens fortes, com ideias marcantes e argumentos contundentes, e uma linda história de amor para arrematar.

Amadorei!!! 5 ESTRELAS!!!

Para quem quer saber o que aconteceu com Annie Andrews, que era mais endiabrada do que Lily e fugira para Gretna Green, leia o livro #2, resenhado há algum tempo.

Secrets of a Runaway Bride (Segredos de Uma Noiva Fujona)>> RESENHA

*Gravura de Jon Paul Ferrara: www.jonpaulstudios.com 


Nenhum comentário:

Postar um comentário