terça-feira, 29 de maio de 2012

J.R.Ward - Amante Libertada



Ficha técnica: Amante Libertada (Lover Unleashed)
Autora: J.R.Ward
Editora Universo dos Livros
Lançamento original: 2011
Lançamento BR: 2012
556 páginas

Dizer que sou absurdamente apaixonada por essa saga é chover no molhado.
Deixe-me voltar um pouco no tempo... Nunca fui de curtir literatura fantástica. Nem mesmo filmes de vampiros e lobisomens eu assistia. E nem era por medo.Simplesmente me era indiferente.
Não vou ser hipócrita ao dizer que tô nem aí pra saga Crepúsculo. Hoje em dia posso até fazer parte da turma que dá uma zoada básica sobre o vampiro brilhar feito purpurina, mas confesso sim, que foi Crepúsculo quem me fez voltar a atenção a esses seres mitológicos.
Depois disso ficou mais fácil digerir a nova safra de seres sobrenaturais, até porque eles não mais eram aquelas criaturas medonhas do passado. Agora eles eram lindos, ricos, sexies, cultos e muito, muuuuuuito apaixonados.
Daí para uma amiga me indicar a saga da Adaga Negra, foi um pulinho. E amor à primeira lida.

Portanto, já sabem que minha resenha não poder ser de todo ruim.
Vamos à ela (não sei o que vou escrever, portanto, se não quiser spoiler, pare de ler AGORA).

Como cada livro é direcionado a um membro da Irmandade, apesar de todos eles aparecerem em maior ou menor grau, este foi direcionado ao novo membro, a irmã gêmea de Vishous, Payne.
Ela apareceu de tabela na mansão da Irmandade porque - conforme livro anterior - ela quebrou a coluna ao lutar com o Rei Cego, Wrath, do outro lado. Sentindo-se responsável por ela, Wrath a trouxe para a Terra contando que a shellan (companheira) de Vishous, que é médica, pudesse ajudar. 
De certa forma Jane ajudou, porque apesar de aquele problema ser demais para ela resolver sozinha, ela foi atrás do melhor cirurgião de Cadwell, Dr. Manuel "Manny" Manello.
Nem preciso dizer que todo esse encontro foi O encontro. Leia-se os machos dessa saga costumam ser um tanto o quanto possessivos e territorialistas.

Na primeira vez em que li o livro achei-o fraco. Explico: ele parecia muito mais uma retomada da história mal contada de Vishous e Jane do que a história de Payne e Manello. Mas agora que reli devo admitir que a história tem seus méritos.
Primeiro porque a história de amor entre Vishous e Jane estava mesmo mal contada. Posso dizer que boa parte das pessoas com quem conversei sobre eles acha que o fato de Jane ter morrido, virado um fantasma, ficou chato. Tanto era assim, a história quero dizer, que diferente do resto dos Irmãos, Vishous era o único que ainda não havia feito uma cerimônia formal de acasalamento - marcar o nome da companheira nas costas. Todos os outros fizeram. Até mesmo o mau humorado do Zsadist!!!!
Depois porque havia a necessidade de uma história paralela ou o livro ficaria muito fino. Payne passou anos aprisionada pela mãe, a Virgem Escriba, por ter assassinado seu pai. Vivia num paraíso edílico do outro lado onde tudo é branco, limpo e perfeito. Um saco!! Nunca tinha estado perto de outros machos....Ou seja, o livro seria um porre de sem graça. Ao encaixar histórias paralelas de personagens importantes, J.R.Ward apimentou o livro e tornou-o mais interessante. Em especial pelas revelações expostas nas páginas finais. Cenas dos próximos capítulos...

Thorment e Lassiter não apareceram, o que não foi nenhum problema já que o próximo livro é sobre o primeiro, com participação mais do que especial do segundo.

Entretanto, uma outra história, que tem feito as opiniões divergirem, foi bem mostrada: Quinn e Blay. Nada ainda resolvido (o livro deles será o próximo pós Thor), mas bem embasado.

E claro, não podemos esquecer dos antagonistas, que neste livro, apesar de ainda ter os redutores, apareceram Xcor e sua trupe. Preste atenção neles porque há toda uma possibilidade de ter livros sobre eles num futuro próximo.

Enfim, li o livro em horas ao invés de dias e amadorei o que li. 
E a saga continua...

um cantinho e um livro gostoso pra ler...


**Ao som de "Viva Forever", com as Spice Girls

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Livros de Maio



Alguns meses costumam ser mais fartos do que outros. Seja porque se teve mais tempo (leia-se dinheiro) para adquiri-los, ou porque se ganhou, ou porque o local na internet no qual você encomendou livros há meses, fez uma baita confusão e só foi entregar seu pedido meses despois...

Não importa. A sensação de ter livros novos ao alcance e, isso significando, mais opções de leitura, não tem preço.

Partilho aqui algumas das preciosidades do mês de maio:



Começando pela literatura contemporânea, romances. 
Mil Dias em Veneza, de Marlena de Blasi, ed. Sextante (já resenhado);
O Mistério do Chocolate, de Joanne Fluke, ed. Lua de Papel (já resenhado);
Arrebatado pelo Mar, de Nora Roberts, ed. Bertrand Brasil (já resenhado).

Os 3 me cativaram totalmente. O primeiro é super romântico, com toda aquela descrição de Veneza e as receitas tão suculentas compartilhadas com o leitor ao longo e ao final do livro. O segundo trouxe uma nova saga, bem adiantada lá fora a propósito, com uma escrita enxuta e mais receitas. Dessa vez de doces e biscoitos. Nota mental: tomar cuidado para não engordar ao testar todas essas receitas... O terceiro foi o meu debut no mundo de Nora Roberts. Indicação de uma amiga e adorei!!!



Partindo para os históricos...
Na Escuridão da Noite, de Kathryn Smith, ed. Essência (já resenhado);
A Carne e o Sangue, Mary del Priore, ed. Rocco (ainda não lido).

O primeiro é um histórico de ficção, também minha apresentação aos escritos de Kathryn Smith. Fiquei chateada ao descobrir que o livro faz parte de uma série familiar e que este seria o número quatro. Acabei lendo-o de qualquer forma, apesar de preferir sempre começar uma série pelo livro 1. Mas confesso que isso é uma nóia particular, nada que interferisse na leitura, que é muito boa por sinal. Já o livro de del Priore é biográfico. Traz a história do famoso romance entre D.Pedro I e a Marquesa de Santos, e toda sua implicação ao longo da história brasileira.




Continuando nos históricos, uma de minhas paixões: Candace Camp. Todos da editora Harlequin Books Brasil.
Relação Perigosa e Indiscreta. Duas novelas únicas (já resenhados);
A Trilogia da família Aincourt, A Casa das Máscaras, O Castelo das Sombras, A Mansão dos Segredos. Há muito eu havia lido essa trilogia em ebook, mas os queria pra mim. Finalmente os consegui!!

E por último, mas não menos importante....



Literatura fantástica da melhor qualidade.
O Resgate do Tigre, de Colleen Houck, ed. Arqueiro (já resenhado);
Amante Libertada, de J.R. Ward, da Universo dos Livros (atualmente lendo).

Sobro o tigre, uma maravilha. O livro é gênero Young-Adult, e é maravilhoso. Consegue me prender do princípio ao fim. Tem várias descrições da cultura indiana e o romance é delicioso. E pela forma na qual a autora terminou a história deste, já estou em cólicas esperando o lançamento da continuação.
Sobre Adaga, o que dizer....essa saga é meu xodó. Sou apaixonada pelos Irmãos há um bom tempo. Este traz a história da irmã desconhecida de Vishous, Payne. Mais uma vez a Virgem Escriba apronta das suas e esconde coisas de Vishous. Isso só faz com que o relacionamento entre ambos fique estremecido. Mas ainda estou no início e tem muita água pra rolar.... 

O bom disso tudo é que posso variar o tipo de leitura ao longo do mês. Enjoei de um tipo? Fácil, pulo para o outro. O que não pode é faltar livro. O que não pode é faltar a alegria de descobrir uma boa história ao ouvir o barulho do virar as páginas. Um novo mundo me aguarda logo ali..



domingo, 27 de maio de 2012

Novo Encontro Regional Jane Austen Brasil

Você  que gosta dos livros e filmes de Jane Austen, você que quer conhecer um pouco mais sobre o trabalho dela, você que está cheio (a) de curiosidade de saber como é um encontro literário entre pessoas que muitas das vezes nunca se viram antes mas que nutrem uma mesma paixão.... Apareça. Seja bem vindo (a)!




cenas do filme Emma

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Kathryn Smith - Irmãos Ryland Série



E eis que meu TOC literário urra feito um animal ferido...
É simples, eu explico: comecei a ler um desses livros abaixo e acabei descobrindo que fazia parte de uma série de cinco livros e eu estava lendo o quarto. Pronto! Meu mundo virou do avesso. Comecei a procurar os outros quatro e descobri que apenas o quinto havia sido lançado por uma editora que não mais existe.
Minha cara de depressão: =/

Bom, como a história estava pra lá de boa, decidi amordaçar minha fera interior e ler os que estavam disponíveis no mercado. Mas continuo me perguntando, por que as editoras brasileiras fazem isso quando lançam livros do gênero romance histórico? Por que elas não pesquisam - um tantinho só, nem é tão difícel. Basta ir no site do autor...- para saber se aquele determinado livro não faz parte de uma saga? É tão mais gostoso ler uma saga por inteiro!!! Depois a gente como leitor gosta do livro mas se sente órfão porque não tem como conseguir os demais livros.

Terminado meu protesto, vamos aos livros então:

Ficha técnica: Na Escuridão da Noite (In the Night - Ryland Brothers #4)
Autora: Kathryn Smith
Editora Essência
Lançamento original: 2005
Lançamento BR: 2009
398 páginas  



O casal protagonista tem seus segredos. Cada qual com um segredo mais delicado que o outro. Ele era um ex-ladrão, que estava sendo chantageado a praticar mais um crime para salvar a honra e a história cabeluda que poderia envolver a sua família (irmãos e cunhadas). Ela era uma viúva que foi sem nunca ter sido. Ou seja, era uma viúva virgem.
Encontram-se, apaixonam-se, mas por ironia do destino, a peça que ele deveria roubar pertencia exatamente a ela.
Como continuar num relacionamento no qual nenhum dos dois queria ser o primeiro a confiar no outro? Como embasar um relacionamento em cima de mentiras ou meias verdades?
Wynthrope e Moira teriam que aprendê-lo da forma mais dolorosa possível....

Ficha técnica: Ainda te amo (Still in my Heart - Ryland Brothers #5)
Editora Nova Cultural
Lançamento original: 2005
Lançamento BR: 2008
144 páginas




Brahm e Eleanor foram noivos por apenas uma noite. Por conta de uma bebedeira e um mal entendido, Eleanor o flagou nos braços de outra mulher e terminou o compromisso deles. Dez anos depois, já tendo criado e casado suas irmãs, Eleanor continua solteira. E sem esquecer Brahm.
Numa festa de fim de semana, sendo ele um dos convidados, ele decide pedir desculpas a ela, sem ter certeza se ainda teria uma chance. E desse encontro novas reviravoltas.
Este mocinho tem um problema muito sério com a bebida. Por causa dela ele sofreu um sério acidente, no qual seu pai acabou por falecer, e por pouco ele não perde a perna. Por conta disso, ele sente muitas dores quando se esforça demais andando e precisa do auxílio de uma bengala.
Ainda assim, ele se mostra um homem adorável, que reconhece o seu problema e procura manter-se afastado da bebida. Mas numa nova recaída ele e Eleanor talvez ainda tenham a chance que merecem...

Gosto de sagas de irmãos. Normalmente é engraçado ver o desenvolvimento dos personagens e sua interação familiar, com cenas engraçadas. Esta série não me decepcionou neste sentido.
Talvez o que tenha acontecido foi mais um problema de edição do que de escrita. Achei que, pela extensão do livro 4, com tantos detalhes entre o casal e suas cenas hots, no livro 5 dá a impressão que várias páginas do livro foram arrancadas. Algumas cenas se passam rápido demais, sem uma explicação mais apurada. 
Às vezes a editora decide diminuir o tamanho do livro achando que isso não interfere na história. Ledo engano. Nós leitores, quando nos identificamos com o estilo de escrita de um autor, conseguimos logo captar a falta de algumas páginas ou parágrafos na história. Uma pena isso.
Mas ainda assim o livro é fofo e merece ser lido.
Agora é lutar para conseguir os 3 primeiros livros. 




*Gravura inical de Jon Paul Ferrara.

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Fifty Shades of Grey


Já faz algum tempo que um livro erótico não causava tanta comoção quanto a Trilogia Fifty Shades of Grey, de E.L. James.

Os direitos dos livros já foram comprados pela editora Intrínseca e, segundo divulgação, o primeiro deles deve ser lançado no Brasil ainda este ano, em setembro.

Enquanto isso não acontece em terras brasilis, a gente vai se divertindo ao ver em vários videos espalhados pela internet alguns famosos ficando beeeeemmmm embaraçados aos lerem em voz alta trechos do livro. Alguns definitivamente NÃO conseguiram.

Abaixo os links de tais videos. Divirta-se e cruze os dedos para que o livro seja realmente lançado em português no prazo. Uma coisa é certa, a propaganda boca a boca está funcionando!!


O primeiro video traz o elenco do filme Snow White and the Huntsman:




O próximo traz a atriz e apresentadora Ellen DeGeneres:



Colleen Houck - O Resgate do Tigre



Ficha técnica: O Resgate do Tigre (Tiger's Quest)
Autora:  Colleen Houck
Editora Arqueiro
Lançamento original:  2011
Lançamento BR: 2012
432 páginas

Completamente desolada. É assim que me encontro...
Bom, eu sabia que este livro é parte da história. Kelsye, Kishan e Ren ainda precisam decifrar e vencer alguns desafios para que ambos os tigres (os príncipes indianos amaldiçoados há séculos), possam ganhar mais 6h durante o dia na forma de humanos. Mas, sério, eu não imaginei que AQUILO pudesse acontecer (no spoiler).
Agora terei que esperar pelo menos mais 6 meses ou mais até que a editora lance o terceiro volume - A Viagem do Tigre.

Oh! Por favor, não pense mal do livro. Na verdade o livro é maravilhoso.
Os personagens são bem elaborados, as cenas são bem descritas e a quantidade de informação sobre a cultura indiana é fantástica. Até mesmo as cenas de luta são bem detalhadas, você pode perfeitamente visualizá-las em sua mente.

O ponto é eu me apeguei muuuuuuuuito aos personagens e quando qualquer coisa A MAIS acontece com eles, fico possessa.
Bem, se a escritora queria fazer com que eu ficasse presa à leitura, pode contar que conseguiu. Agora esperarei ansiosa pelo próximo, doida, desesperada para saber quando AQUILO vai ser desfeito. 

Aff...eu e meu TOC literário....

terça-feira, 22 de maio de 2012

Jane Austen - a música | Jane Austen Brasil




Não, você não leu errado. Jane Austen virou música.
Mais uma vez o site Jane Austen Brasil nos brinda com uma fofa informação a respeito da escritora.
Clique no link abaixo e delicie-se com o video e a letra da música.




Jane Austen - a música | Jane Austen Brasil

Leituras até maio

Entra ano, sai ano, e a leitura continua a ser a minha companhia inseparável.
Na maioria das vezes faço uma resenha por aqui, o que me ajuda a me situar junto à história lida. Mas outras vezes a resenha acaba demorando um pouco mais, ou porque me falta tempo, ou porque o livro faz parte de uma saga e eu quero terminar de ler tudo antes de me manifestar aqui (o meu velho TOC literário..)

De qualquer forma, me apropriando da ideia de uma amiga facebookiana, achei legal colocar em forma de fotos as minhas leituras em 2012 até o mês presente.

Utilizando a ferramenta de contagem de livros da estante virtual SKOOB, fotografei as páginas de meu álbum LIDOS e as coloco abaixo.





segunda-feira, 21 de maio de 2012

Mansfield Park - análise dos personagens | Jane Austen Brasil






Das várias pessoas que comentam sobre este livro da Austen, a maioria não gosta. Isso, em minha opinião, se dá porque a heroína é totalmente diferente das recorrentes em outros livros. Sim, havia um padrão de comportamento esperado pela mulheres da época em que Austen viveu e sobre o qual ela tão bem escrevia e descrevia, mas Fanny acaba sendo um tipo pouco apreciado pela maioria.

Acredito que este artigo da Adriana Zardini, presidente da Jane Austen Brasil, nos ajude um pouco.
Boa leitura!!



Mansfield Park - análise dos personagens | Jane Austen Brasil

domingo, 20 de maio de 2012

Nora Roberts - Arrebatado pelo Mar (Trilogia da Gratidão #1)



Poderia dizer antes tarde do que nunca...
Sou uma leitora voraz, leio todos os gêneros literários. E devo confessar que até então nunca tive vontade de ler algumas das mais famosas escritoras contemporâneas, como Nora Roberts, Danielle Steel e Diana Palmer. Bom, as duas últimas continuam não tendo sido lidas por mim.... ainda. Mas, graças à insistência de uma amiga numa feira de livros (insistência?? Ela pegou o livro, colocou-o na minha mão e disse "toma, você vai ler e gostar"), fiquei com o livro na mão, paguei, trouxe-o para casa e acabei de ler.

Ok, querida, confesso, adorei a história. Segurou-me do início ao fim. E mesmo quando eu dava aquelas paradinhas estratégicas para pegar algo para comer, acabava voltando correndo querendo saber o que vinha a seguir.

Esta é a segunda vez que me vejo numa situação dessa. A outra foi quando uma amiga me emprestou à força o livro "A Menina que Roubava Livros". Não queria ler (tenho uma certa cisma com livros considerados chick lit, que fica famoso rápido demais), mas para não fazer desfeita li-o. Chorei as pitangas e me apaixonei pelo livro.

Mas voltemos ao atual...

Ficha técnica: Arrebatado pelo Mar (Sea Swept)
Autora: Nora Roberts
Editora Bertrand Brasil
Lançamento original: 1998
Lançamento BR: 2010 (3º edição)
378 páginas


Conhecida no Brasil como A Trilogia da Gratidão (em inglês é Chesapeake Bay Trilogy, nome da baía onde eles foram criados), traz a história - a primeira delas pelo menos - de 3 rapazes adotados por um casal. Os três, já adolescentes, tinham problemas,mas com tempo, amor e dedicação esse casal conseguiu transformá-los em sua família. Agora os Quinn eram unidos. Bem mais do que se fossem irmãos de sangue. Cameron, Ethan e Phillip.
Agora adultos, eles se veem unidos pela morte do pai e um problemão nas mãos: alguns meses antes de morrer Ray Quinn, o pai, havia pego mais uma criança para criar, o pequeno Seth. Mas a morte de Ray começava a ficar mal explicada. Havia um acidente de carro que muitos começavam a considerar como suicídio, chantagem, dinheiro que desaparecera de sua conta e uma criança revoltada, abusada, que agora era responsabilidade de 3 homens solteiros.
E para complicar tudo, aparece uma assistente social, Anna, que não facilitava a vida deles, dizendo só estar interessada no bem estar da criança.
Em meio a tudo isso, os 3 irmãos começam a reviver suas chegadas à família dos Quinn, refazer suas independentes vidas em prol de um garoto que não conheciam e a se envolver em algo que pode ir além do que ter gastos com advogados e investigadores.

Aqui a história é focada no primeiro dos irmãos, Cameron. Um corredor de barcos de corrida acostumado à velocidade, romances tão relâmpagos quanto suas transas e à uma vida de luxo e glamour. Por uma promessa ele tem que mudar tudo isso e passar a conviver com cachorros babões, máquinas de lavar louça pifada, cozinhar e a lidar com uma criança pirracenta. 

O jeito de Nora Roberts escrever é aberto, simples, sem cenas rebuscadas, de fácil absorção e visualização. Isso prendeu a minha atenção. Espero que os outros 3 da Trilogia (não, não estou louca. A trilogia ganhou um quarto volume) sejam tão bons quanto este.



Os outros livros são:

Rising Tides
Inner Harbor
Chesapeake Blue

E que venham os Irmãos Quinn.

sábado, 19 de maio de 2012

Os Direitos do Leitor



Os Direitos do Leitor

O direito de não ler
O direito de pular páginas
O direito de não acabar um livro
O direito de reler
O direito de ler não importa o quê
O direito de confundir o livro com a vida real
O direito de ler em qualquer lugar
O direito de ler trechos do meio do livro
O direito de ler em voz alta
O direito de não falar do que se leu

ADVERTÊNCIA

Nunca fazer pouco de quem não lê ou essa pessoa nunca lerá


sexta-feira, 18 de maio de 2012

Candace Camp - Relação Perigosa


Ficha técnica: Relação Perigosa (A Dangerous Man)
Autora: Candace Camp
Editora Harlequin Books
Lançamento original: 2007
Lançamento BR: 2009
315 páginas


"Eleanor sempre foi vista com desconfiança pela sociedade londrina. Considerada uma 'americana mandona' devido a seu comportamento, seu destino foi selado com a morte de seu marido. Afinal, ela ficou com a incumbência de administrar o espólio à revelia da sogra, que a considera uma golpista. Para dar fim a suas ambições, é enviado o Lord Anthony Neale. Um desafeto à primeira vista, para ele, Eleanor é uma sereia que utiliza sua beleza para enfeitiçar os homens. Ela, por sua vez, o considera um inglês esnobe, frio e arrogante. Apesar de tudo, a intensa atração entre eles se torna cada vez mais evidente. É impossível negar o que sentem, mas, quando Eleanor é vítima de acontecimentos misteriosos, Anthony ainda está no topo da lista de suspeitos..."

Independente e sem nenhuma vontade de ser submissa a homem algum, Eleanor é boa. Ao conhecer sir Edmund, ela logo percebe que sua mãe se utiliza da fraca saúde dele para dominá-lo. Ele era um artista, compositor, avesso às confrontações e acabava por se deixar subjulgar. Ao conhecer Eleanor finalmente ele tem sua carta de alforria e pode viver plenamente.

Mas cá está Eleanor agora, viúva, e de certa forma, sendo acusada pela família de seu marido de tê-lo matado.
É nesse clima que há o reencontro dela e Anthony. E coincidentemente vários acidentes começam a ocorrer, atentando contra a vida de Eleanor. Os suspeitos pululam de todos os lados e na ânsia de descobrir quem a estava atacando, ela e Anthony começam uma caçada ao culpado, e tudo pode acontecer ao longo dessa aventura.


Li o livro (tamanho pocket) numa tacada só, quando estava sem internet em casa.
Sou suspeita para falar dessa autora porque gosto do estilo dela. Não há novidades quanto à história, as cenas românticas e o final. O culpado? Logo descobri quem era (anos de prática lendo Agatha Christie). De qualquer forma um livro gostosinho...
E a capa brasileira...tenho quase certeza que a foto é trabalho de Jon Paul Ferrara e eu adoro o trabalho dele!!! O mesmo da primeira foto ;)

Mulheres Celtas - Mandamentos


Há poucos dias postei sobre os homens - e mulheres - celtas. O povo que deu origem aos highlanders lindos, guerreiros, destemidos, maravilhosos, do qual gosto tanto de ler nos romances medievais ou históricos de autoras contemporâneas.

Por causa disso minha irmã me apresentou este video disponibilizado no YouTube que é uma perfeição em matéria de exprimir os mandamentos (alguns deles) ensinados a essas mulheres de personalidade forte. Se você assistiu "As Brumas de Avalon", sabe bem do que estou falando.

Veja e delicie-se também




Joanne Fluke - O Mistério do Chocolate


Ficha técnica: O Mistério do Chocolate (Chocolate Chip Cookie Murder - Hannah Swensen Mysteries)
Autora: Joanne Fluke
Editora Lua de Papel
Lançamento original: 2001
Lançamento BR: 2012
253 páginas

Ok,há uma nova categoria de livros no mercado: o Romance Contemporâneo Culinário. Para pessoas como eu, ele é perfeito. Gosto de aliar minhas leituras com minha paixão pela culinária. Esse livros estão recheados de descrições de receitas ou têm receitas mesmos.
Descobri esse gênero literário há pouco tempo, mas estou cada vez mais envolvida.
Este livro, por exemplo, eu não conhecia a autora. Li a resenha no próprio site da editora, Lua de Papel, e me encantou porque logo de cara tinha a receita de biscoitos com gotas de chocolate. Para tudo!!! Como assim???? Amooooo...
Quando vi o livro na livraria não pensei duas vezes. Constatei logo que outras receitas faziam parte do pacote. Tô dentro!!

Pesquisando no site da autora (por sinal, é uma gracinha. Cada vez que você escolhe um item, tem uma foto de um biscoito de chocolate que fica mordido), descobri que essa série já está pra lá de adiantada. Há pelo menos 15 livros e mais um escrito com outras escritoras sobre tema em comum (coletânea). Portanto, haja receita.

Mas voltando ao assunto deste livro, Hannah Swensen é uma micro empresária, dona da loja de biscoitos-café Jarro de Cookies, que leva uma vida bem pacata. Solteira, bem resolvida, pau pra toda obra no que diz respeito à família (mãe, irmã, sobrinha e cunhado), vê-se inesperadamente envolvida num assassinato quando Ron, o entregador de leite querido por toda a cidade, é encontrado morto nos fundos de sua loja. Bill, cunhado de Hannah, é encarregado de desvendar o mistério, e ela se vê no meio de uma intriga policial.

O livro é leve, gostoso de ler, não tem cenas hots (também, ela nem namorado tem!), mas cativa. E como disse, as receitas são um bônus pra lá de decisivo.
Espero que a editora Lua de Papel não desista de lançar o resto da série (isso acontece com as editoras mais do que nós, leitoras, gostaríamos...)

Pelo menos parece que o segundo já está garantido, O Enigma do Morango. Adooooooooroooooo morangos!!!!


quarta-feira, 16 de maio de 2012

Candace Camp - Novelas


Não se engane com esse sorriso angelical e esses cabelos brancos. Essa escritora é uma das mais famosas por escrever cenas pra lá de hot.
Seus livros são cheios de ação, uma pitada de suspense, com romances bem apimentados. Suas heroínas costumam ser à frente de seu tempo, independentes, instruídas e dinâmicas. Esqueça aquela coisa de mulherzinha cheia de "não-me-toque". E, se por acaso, a heroína começa assim na história, pode ter certeza que algo de extraordinário irá acontecer, mudando completamente o seu jeito de ser.
Engraçados e envolventes, não tem como não gostar de seus livros.

No Brasil atualmente seus livros são lançados pela Harlequin Books. Podem ser comprados pelo site ou em bancas de jornal, tornando-os mais acessíveis à compra.
Destaco nesta postagem algumas de suas novelas.
Aqui elas são conhecidas como fazendo parte da série AMORES OUSADOS, mas no original em inglês não existe. São livros com histórias independentes.

OBS: Apesar de alguns desses livros já terem sido lançados no Brasil, vou manter os seus nomes no original. Se você já leu os livros dela poderá reconhecê-los pela sinopse.

Vamos a eles:


Impulse (1997) - Conhecido no Brasil como "AUDÁCIA"

Ela ousava amar de verdade...
Angela Stanhope acreditava no amor. Após ser arrancada dos braços de Cameron Monroe,
o homem a quem confiara seu coração, ela foi jogada às garras do cruel e impiedoso lorde Dunstan, o escolhido de seu avô para desposá-la. Decidida a fazer valer seus sentimentos e não os desejos insanos do patriarca dos Stanhope, ela o desafiou, mas cedeu a uma ardilosa chantagem para proteger seu amado.

Ele estava decidido a duelar com o destino...
Cameron jamais se esqueceu da humilhação que sofreu. Após 15 anos, ele retorna à propriedade
dos Stanhope para um ajuste de contas. Afinal, tornou-se um homem rico e poderoso, com recursos ilimitados para destruir a família que o renegou. E ele tem somente uma exigência: que Angela se torne sua esposa.
Mas será que a paixão de Angela e Cameron resistirá a terríveis revelações?


Indiscreet (1997) - Conhecido no Brasil como "INDISCRETA"

Benedict Wincross entra na vida de Camilla Ferrand tão rápido quanto puxa o gatilho de sua arma. Seria ele um seqüestrador? Um ladrão? Por que Camilla começou a fazer parte da vida dele sem nem se dar conta disso? Embora Benedict não seja um perfeito gentleman, Camilla percebe que ele é exatamente o tipo de homem de que ela precisa um noivo temporário para satisfazer as exigências de seu avô, o Conde de Chevington. Por outro lado, Benedict também tem seus interesses em jogo. E um deles é conseguir passe livre em Chevington Park, propriedade da família de Camilla, para conduzir uma investigação secreta sabre corrupção. Benedict e Camilla tem seus objetivos particulares, mas não estão preparados para enfrentarem a paixão forte e inesperada que surge entre eles e que é capaz de colocar ambos em grande perigo.


Scandalous (1996) - Conhecido no Brasil como "Escândalo"



Um homem desconhecido apareceu à porta de Priscilla. Ao que tudo indicava alguém tinha tentado matá-lo, mas não era capaz de se recordar de nada. Assim ela rebatizou-o com o nome John Wolfe.

Priscilla sempre fora um modelo de correção, a filha responsável e a irmã carinhosa que antepunha a família em relação a tudo. Desse modo ningué, desconfiava do surpreendente segredo que ocultava... nem do desejo que sentia em todo o seu corpo, por contactar com aquele estranho.
Um homem sem passado, uma mulher com um segredo... o resultado daquele amor só podia ser escandaloso.


Impetuous (1998) - Conhecido no Brasil como "O Dote Espanhol"

Era impossível recuar diante da situação... Era preciso recuar diante daquele homem! 
Inglaterra, século XIX
Segundo a lenda, trata-se de uma fortuna em moedas de ouro, jóias e peças antigas. E, até mesmo, um leopardo feito em ouro, com olhos de esmeraldas e uma coleira de rubis.
O dote espanhol... perdido. Por causa de uma mulher. No final do século dezessete, “Black Maggie” Verrere ficou noiva de sir Edric Neville, em um esforço para unir as duas famílias. Porém, ela fugiu para a América com outro homem! E o dote desapareceu. As duas famílias, Verrere e Neville, odeiam-se desde então.
Agora, cento e cinqüenta anos depois, uma outra mulher da família Verrere está interessada no dote. Encontrá-lo é a única esperança de Cassandra Verrere em proporcionar um futuro para seus irmãos mais novos. E para si mesma.
Infelizmente, ela precisa da ajuda de um Neville.
Mas, confiar em um Neville? Impensável!




Suddenly (1996) -  Algumas pessoas chamam a este livro de Escândalo, fazendo confusão com o anterior. A tradução ao pé da letra seria "De Repente"

Para surpresa e escândalo de toda a sociedade londrina, Charity Emmerson decide pedir Simon Westport, o Conde de Dure, mais conhecido como o Diabo Dure, em casamento.
Para Simon, Charity seria a última das opções. Tudo o que ele queria era uma esposa madura, racional e calma e não uma mulher tagarela, vaidosa e cheia de desejos.
Mas ambos acabam caindo nas ciladas do amor.



Swept Away (1999) - Conhecido no Brasil como "Traídos pelo Desejo"

Quando Deverel Grey, Lord Stonehaven, acusou erroneamente Sir Selby Armiger por um crime que este não cometera, sujeitou a família do inocente a um rumuroso escândalo. Esse homem era irmão de Júlia Armiger que jurou desmascarar Stonehaven e mostrar que ele era o verdadeiro criminoso. Sua sede de vingança revelou-lhe que seu atraente inimigo tinha uma fraqueza por mulheres bonitas.  E ela ousou seduzi-lo, fazer parte de suas fantasias.

Era o duelo da razão, o desejo de vencer e o medo de expor-se que provocava aquela alegria impetuosa que Júlia sentia quando estava perto de Stonehaven? Ou era o homem, que a arrebatara num jogo de aventura, mistério e um prazer inesperado que logo a dominaria por completo, deliciosa e perigosamente....


Ainda fazem parte de sua série de novelas: ROSEWOOD (1991); HEIRLOOM (1992); SATAN'S ANGEL (1992).

Com qualquer um desses livros, é diversão na certa.

terça-feira, 15 de maio de 2012

Nazarethe Fonseca - O Império dos Vampiros (Alma e Sangue #2)


Ficha técnica: Alma e Sangue 2 - O Império dos Vampiros
Autora: Nazarethe Fonseca
Editora Aleph
Lançamento original: 2009
383 páginas

"Após cinco anos Jan Kman volta a São Luís na companhia do Rei dos Vampiros, o milenar Ariel Simon. As ruas da cidade estõa tomadas pelo boato. Um manuscrito promete revelar aos mortais os segredos de um reino guardado a sete chaves... Para impedir que o caos se espalhe, vampiros dos quatro cantos do mundo se reunirão em arena para decidir o destino dos imortais.
Kara Ramos se vê como peça central desse jogo de sucessão e morte, e terá de lutar sozinha pela vida daqueles que ama..."

O livro começa como terminou o primeiro (não quer spoiler, pare de ler AGORA!!!!).
Kara está de volta a São Luís, SEM Kman, e fazendo besteira. Ela escreve esse tal manuscrito. E dá-se início ao caos.
Extremamente teimosa, apesar de ter muita inteligência e certo poder, Kara gosta de fazer as coisas do seu jeito, e acaba levando Kman a concordar. Toda essa confusão se dá graças a ela.
Mas o bom de tudo isso é toda a explicação dada sobre o submundo vampiresco. Suas normas, seus costumes, sua hierarquia, tudo é exaustivamente explicado nesse volume.
Muitas surpresas são aguardadas ao longo da leitura. E devo dizer que, apesar de os personagens centrais serem Kara, Jan, Ariel e Otávio, fiquei muito mais fascinada por Radamés.
Sim, decore esse nome porque esse cara é O cara. Sua sapiência, seu poder, seus vínculos são muito mais antigos e fortes do que o de Kman. E sua história é maravilhosa.

O livro é longo e, às vezes, parece ser enjoativo, com tantos detalhes técnicos, mas vale a pena ler com atenção porque todo detalhe é importante. Isso sem contar que muito provavelmente muitos desses outros personagens voltarão mais adiante.

Como termina? Bom, visto este ser o 2º livro de quatro, é claro que sempre fica alguma coisa a ser explicada mais adiante. O final deste não me surpreendeu ou chateou. Achei justo o acontecido. Agora é me preparar para o terceiro volume e checar todo o aprendizado absorvido por Kara ao longo desses 10 anos....

Beijos mordidos a todos.

a autora

sábado, 12 de maio de 2012

Lynsay Sands - O Amor...é Cego?


Ficha técnica: O Amor...é Cego? (Love is Blind...or it Should be)
Autora: Lynsay Sands
Editora Nova Cultural
Lançamento original: 2006
244 páginas

Inglaterra, 1720
Amor Perigoso
Adrian Montfort, o conde de Mowbray, sabia que a bela e estabanada lady Clarissa Crambray poderia ser perigosa. Ela era, na verdade, um desafio. Mas era exatamente o desafio que ele precisava...
Clarissa sempre desejou encontrar um noivo, mas sua madrasta queria mais ainda que a enteada encontrasse alguém disposto a se casar com ela. Clarissa concordava que os óculos escondiam a beleza de seu rosto, mas se ela seguisse o conselho da madrasta e não os usasse, como iria enxergar?
Já causara confusão suficiente para merecer um apelido infame nos círculos sociais, em função de sua deficiência visual. Todos os possíveis pretendentes pareciam sair correndo... Até que de repente apareceu um cavalheiro disposto a dançar com ela. Um homem elegante, atraente, misterioso... E Clarissa se vê a tropeçar... no amor!

Esse é um daqueles livros fofos que você pega só para passar o tempo e não consegue largá-lo até o fim.
Desastrada? Não, coitada. Clarissa era míope e sua madrasta a proibia de usar os óculos (lembrando-se que naquela tempo não existiam essas armações leves e maravilhosas de hoje). Isso poderia afugentar os homens. Ela não enxargava quase nada, tropeçava em tudo e em todos e levava a fama de maluca.
Isso acabou sendo um prato cheio para Adrian. Dez anos antes ele havia sido atingido no rosto durante a guerra e ficou com uma cicatriz horrenda. A princípio as mulheres desmaiavam quando o viam (exagero também, né, gente? Mulherada fresca!!). Por isso, ao conhecer Clarissa, tão linda, tão sincera e tão...cega, ele não perdeu a oportunidade.

Várias passagens engraçadas e um mistério por resolver ao longo da história.
História deliciosa.
Pena que a Nova Cultural encerrou suas atividades. Nós ficamos um pouco órfãs de livros bons a preços acessíveis.


#leituranossadecadadia

  • Stephanie Laurens - A Verdade sobre o Amor (Editora Sedna)
  • Stephanie Laurens - O Sabor da Inocência (Editora Sedna)
  • Sephanie Laurens - O Preço do Amor (Editora Sedna)