quarta-feira, 31 de julho de 2013

Bella Andre - Só Tenho Olhos para Você (Os Sullivans #4)



Ficha técnica: Só Tenho Olhos para Você (I Only Have Eyes for You)
Autora: Bella Andre
Editora Novo Conceito
Lançamento original: 2012
Lançamento BR: 2013
256 páginas

"Sophie Sullivan, uma bibliotecária de São Francisco, tinha cinco anos de idade quando se apaixonou por Jake McCann. Vinte anos depois, estava convencida de que o bad boy ainda a via como a gêmea Sullivan boazinha. Isso quando ele se dava ao trabalho de olhar para ela. Ao se envolver na magia do primeiro casamento dos Sullivan, Sophie sente que já passou da hora de fazer o que quer que seja preciso para que Jake a veja como a mulher que realmente é.
No entanto, ela terá dificuldade em mostrar a Jake que pode ser uma mulher forte e decidida, capaz de amá-lo para sempre. E não só porque ela é a inacessível irmã de seus melhores amigos, mas porque ele tem medo de tê-la perto demais. Na verdade, ele desconfia que seu segredo mais vergonhoso poderá ser desvendado."

ROMANCE CONTEMPORÂNEO.

Como você sabe essa família é composta por 8 filhos, e este é o livro #4, da gêmea "boazinha" Sophie.
Os livros anteriores e as resenhas são:




Até o momento foram 3 dos irmãos. Finalmente uma das gêmeas ganha a sua história.
E diferente dos livros anteriores, seu sentimento por Jake não começou de repente, mas sim quando eles se conheceram ainda crianças.

Jake foi abandonado pela mãe quando criança, e deixado à sorte para viver com um pai alcoólatra e violento. Sua amizade com os Sullivan se deu na escola quando foi colocado para fazer um trabalho com Zach (o próximo irmão a ter a sua história contada) e os dois foram levados à secretaria. Quando viu que ninguém o tiraria da detenção, a mãe de Zach também levou Jake para sua casa e assim, ele conheceu todos os irmãos.
Em meio a aquela agitação de um monte de crianças falando, correndo, rindo e discutindo, ele se surpreendeu ao ver uma garotinha calma com um livro na mão. A partir dalí Sophie seguiria a seus irmãos e Jake por todos os cantos da casa.

Mas claro que Sophie era algo proibido para Jake. Nenhum homem seria bom o suficiente para ela aos olhos de seus irmãos superprotetores. Principalmente porque Sophie sempre mostrou-se a mais calma, a mais cordata das irmãs, e por isso, eles achavam que ela merecia uma atenção dobrada.

Só que Sophie cresceu, formou-se, mora sozinha e está mais do que disposta a conseguir o homem que sempre povoou seus sonhos, Jake McCann, o dono de diversos pubs irlandeses, rico, bonito e melhor amigo de seu irmãos. E o ataque começaria no casamento de seu irmão Chase com Chloe. E ai de quem ficasse em seu caminho!!

Os livros da Belle Andre têm um grau de pimenta que diverte, mas não chega a ser hot demais. 
O foco é a dinâmica familiar dos Sullivan, e essas sempre são as melhores cenas.
Jake já está acostumado em como os Sullivan pensam e agem, por isso ele sabe que não tem a mínima chance em conquistar Sophie. Além disso, Jake tem um segredo que o envergonha terrivelmente e ele jamais deixaria Sophie estar perto dele o suficiente para descobrir qual era.

E com mais um título tirado de uma música, abaixo um video com a música tema:


Ainda sobre o livro, devo dizer que apesar de adorar a série, gostava mais da maneira como a editora levava as capas anteriores. Esta atual, um pouco apelativa para o lado erótico, eu não gostei. Apesar de os livros terem umas cenas românticas um pouco mais ousadas, não chega a tanto para merecer uma capa nesse estilo. Abaixo a capa original.



terça-feira, 30 de julho de 2013

Sylvain Reynard - O Julgamento de Gabriel (Livro #2)



Ficha técnica: O Julgamento de Gabriel (Gabriel's Rapture)
Autor: Sylvain Reynard
Editora Arqueiro
Lançamento original: 2012
Lançamento BR: 2013
373 páginas

"Eles estão vivendo uma paixão arrebatadora. Mas muitas pessoas são contra esse amor. Gabriel Emerson e Julia Mitchell se conheceram há muito tempo, quando ela ainda era adolescente, numa noite mágica e confusa. Mas, apesar de todo o sentimento que nasceu entre eles, no dia seguinte seus caminhos se separaram. Anos depois eles se reencontraram quando Julia começou o mestrado na Universidade de Toronto. Gabriel era um professor enigmático, sedutor e muito arrogante que a atormentava e perseguia. No entanto, o que mais fazia Julia sofrer era ele não se lembrar dela. Mas nem mesmo o insensível Gabriel é capaz de resistir à profunda conexão que existe entre eles e logo os dois embarcam numa tórrida paixão proibida. Com o fim do semestre e do curso ministrado por Gabriel, eles deixam de ser professor e aluna e enfim estão livres para viver seu amor. Ou pelo menos era o que pensavam. Após uma viagem romântica para a Itália, durante a qual Gabriel ensina a Julia todos os mistérios do prazer e, em troca, aprende com ela o significado do amor verdadeiro, os dois veem seus sonhos ameaçados. Duas denúncias junto ao Comitê Disciplinar da Universidade põem em risco o emprego de Gabriel e a carreira brilhante e promissora de Julia. Será que o professor vai ceder às ameaças ou irá lutar até o fim por sua amada? Será que essa paixão conseguirá resistir a um julgamento implacável?"


ROMANCE CONTEMPORÂNEO. ERÓTICO. DRAMA.

 Segundo livro da trilogia, neste Julia e Gabriel estão levando seu relacionamento adiante, apesar de ainda estarem em perigo de serem descobertos pelo Conselho de Ética da Universidade.

Com o passar do tempo não só Julia fica um pouco mais "espertinha" em relação às questões sexuais, como Gabriel começa a sentir-se mais seguro e menos amargurado pelo tanto que sofreu em seu passado.
O relacionamento de Julia e seu pai melhora consideravelmente depois que ela sofreu o ataque pelo ex-namorado, o filho do senador, e foi salva por Gabriel. Enquanto isso, Gabriel recupera a companhia de sua família.

O livro começa bem, romanticamente falando. O casalzinho em questão parece viver em seu paraíso particular, sempre viajando e conhecendo locais maravilhosos.
O plano original de Julia de terminar seu mestrado e tentar uma vaga na Universidade de Harvard para fazer o doutorado continua, e ela ainda tem o apoio de sua orientadora.
Mas apesar de todo cuidado que eles tomam sobre o relacionamento deles, surge uma denúncia, e agora todo o futuro que eles planejaram juntos vai por água abaixo.

Alguns pontos a considerar: o livro 1 teve um sucesso estrondoso. O interessante é que esta trilogia é bem do tipo AMO/ODEIO. Ouvi opiniões acaloradas de ambos os lados, e mesmo entendendo o lado das leitoras que detestaram, eu ainda permaneço com minha opinião de que gostei do livro 1.
Até que surge este.

AFF....

Aqui começam os SPOILERS!!!!



Juro que parece que o livro foi escrito por outra pessoa!!
Para começo de conversa, é meio óbvio que aquele romance seria descoberto mais dia, menos dia. O casal vivia viajando - e se você leu o primeiro livro sabe que a primeira viagem que fizeram foi para Gabriel dar uma palestra em outro país, e Julia o acompanhou. Claro que a palestra seria fotografada e teriam zilhões de outros palestrantes famosos conhecidos na Universidade de Toronto, ou seja, a história iria bater nos ouvidos dos colegas de trabalho de Gabriel!!

Na parte das cenas românticas. tudo bem, eles viajaram muito e ficava implícito que eles também f*** muito. Mas por que implícito se no outro livro as cenas eram para lá de descritivas? E as poucas cenas que aparecem são fracas.

Quando a bomba finalmente estoura e eles são convocados para se explicarem, Gabriel percebe que o futuro acadêmico de Julia estaria comprometido (leia-se: ela perderia a bolsa de Harvard). Para que isso não acorra, ele acha melhor assumir tudo e fazê-la parecer a ingênua da situação. Ela tem um piti porque eles haviam combinado previamente que os dois assumiriam tudo e os dois seriam punidos igualmente (aaahhhh!!! O amor...). Só que quando ele muda o jogo, será que a pata choca não tinha como ver que ele estava fazendo isso pelo bem dela???
A reação dela foi exagerada.
Ok, ok...Já sei. Ele QUERIA que ela acreditasse em tudo aquilo, mas ainda assim, ele dá uma dica para ela, E ELA ENTENDE TUDO ERRADO!!!!!

Me segura que eu detesto mocinha burra!!!!!



Depois de tudo que eles passaram, será que não passou pela cabeça dela que havia algo estranho naquilo tudo?
Bom, mas como é uma trilogia e eles são o casal central, a gente sabe que a situação tem que ser contornada, então, não vou dizer COMO isso ocorre. 
Só mais um ponto, como o livro fala sobre O JULGAMENTO, você entende que ele se sente culpado por tudo de ruim que está acontecendo, assim, nada demais se ele for julgado, considerado culpado por tudo e receber a pior das punições, nesse caso, ter de afastar-se completamente de Julia. E vou te dizer, QUE VÍTIMA!!!!
Deixo aqui meu protesto quanto a isso tudo.

Agora terei de esperar mais uns bons meses até que o próximo livro seja lançado.
Se eu dei umas  5 estrelas para o livro 1, para este eu dou 3,5 estrelas, esperando que o último deles seja O livro.




Gente, não se assustem. O livro NÃO é ruim, mas estou um pouco de saco cheio dessas heroínas que agem totalmente fora do contexto...

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Tammara Webber - Easy


Fucha técnica: Easy
Autora: Tammara Webber
Editora Verus
Lançamento original: maio/2012
Lançamento BR: 2013
305 páginas

"Quando Jacqueline segue o namorado de longa data para a faculdade que ele escolheu, a última coisa que ela espera é levar um fora no segundo ano. Depois de duas semanas em estado de choque, ela acorda para sua nova realidade: ela está solteira, frequentando uma universidade que nunca quis, ignorada por seu antigo círculo de amigos e, pela primeira vez na vida, quase repetindo em uma matéria. Ao sair de uma festa sozinha, Jacqueline é atacada por um colega de seu ex. Salva por um cara lindo e misterioso que parece estar no lugar certo na hora certa, ela só quer esquecer aquela noite — mas Lucas, o cara que a ajudou, agora parece estar em todos os lugares. A atração entre eles é intensa. No entanto, os segredos que Lucas esconde ameaçam separá-los. Mas eles vão ter de descobrir que somente juntos podem lutar contra a dor e a culpa, enfrentar a verdade — e encontrar o poder inesperado do amor."

ROMANCE CONTEMPORÂNEO. NEW ADULT. DRAMA.

Logo de cara você sente uma certa similaridade com o livro "Belo Desastre", de Jamie McGuire. Os dois protagonistas masculinos têm idades similares, são tatuados e têm dramas vividos no passado que os marcaram profundamente. Mas para por aí.

Sem querer dizer que este ou aquele personagem é melhor (até porque sou sim fã de carteirinha de Travis Maddox, mesmo ele sendo aquele bad boy todo!), posso dizer que eles são bem diferentes.
Lucas têm seus demônios internos, mas é mais centrado, não vive de brigar e nem arruma confusão por aí.
Seu relacionamento com Jacqueline também é mais calmo, mesmo sendo semi-avassalador.

Oh sim! A atração entre eles é forte, e mais para frente na leitura você vê isso nas palavras de Lucas quando ele fala para ela como ele se sentiu ao vê-la pela primeira vez, mas, ao mesmo tempo, tudo parecia mais controlado.

O cara mau da vez é um mau caráter que estuda na mesma faculdade deles, o melhor amigo do ex-namorado de Jacqueline...
Mas vamos voltar um pouco na história.

O livro é escrito na primeira pessoa, pelo ponto de vista de Jacqueline.
Ela saiu de sua cidade para acompanhar o namorado, Kennedy, na faculdade. Passadas algumas semanas das aulas já começadas, Kennedy decide terminar com ela, justificando que como quer seguir carreira política, é melhor que viva tudo que quer viver agora, e não causar um escândalo no futuro. E Jacqueline toma um pé na bunda porque o namorado decide recuperar sua "versão galinha".

Ela e sua amiga de quarto, Erin, tinham ido numa festa à fantasia de uma das fraternidades da facu, mas sem se sentir no clima, Jacquie decide ir para o carro. É quando ela é atacada por Buck, um dos amigos de fraternidade de Kennedy, com o intuito de violentá-la.
Mas ela é salva por Lucas, que trabalhava como vigia noturno de estacionamento.
A partir daí Jacquie percebe que Lucas estava mais presente em sua vida do que ela imaginava, e que ele inclusive era de sua turma. Ele estava sempre calado, sentado no último banco da sala, desenhando. Com aquele seu jeitão e coberto de tatuagens, ele significava confusão na certa. Mas Jacquie começou a sentir curiosidade sobre ele e a atração deu origem.



A química do casal é muito boa, e conforme você vai descobrindo os segredos de cada um, seus dramas pessoais, tudo se encaixa perfeitamente. A necessidade de um é completada pelo outro.
Entre os vai-e-volta entre eles e algumas situações que os mantêm numa gangorra emocional, o relacionamento solidifica e não tem como você não torcer que tudo dê certo, sem precisar de um livro 2 para que tudo acabe bem.
As cenas românticas são suaves, sem necessidade de apelação. E Lucas é um dos personagens mais fascinantes e carismáticos do ano.
Para quem teve um certo "conflito" quando leu a história de Travis, por causa da reviravolta de comportamento dele, tornando-se muito submisso à namorada, não terá esse problema com Lucas.
Uma delícia de leitura!! E dá até vontade de que tivesse uma continuação!!

O legal no site/blog da autora é que na parte sobre este livro, ela dá a playlist. Uma música para cada capítulo.

Playlist on YouTube: Easy 

1   Skyscraper – Demi Lovato
2   Part of Me – Katy Perry
3   Animal – Neon Trees
4   Tighten Up – Black Keys
5   Hurricane – 30 Seconds to Mars
6   Let Me – Pat Green
7   Ghost – Cavo
8   Kiss Me Slowly – Parachute
9   Breath – Breaking Benjamin
10  All the Same – Sick Puppies
11  Breathe – Ryan Star
12  Chasing Cars – Snow Patrol
13  Wide Awake – Katy Perry
14  I’d Rather Be With You – Joshua Radin
15  The Feel Good Drag – Anberlin
16  The Mess I Made – Parachute
17  Time After Time – Quietdrive
18  Avalanche – David Cook
19  The Cave – Mumford and Sons
20  What Doesn’t Kill You – Kelly Clarkson
21  Say – John Mayer
22  Sweet and Low – Augustana
23  Love Song – 311
24  Hardliners  – Holcombe Waller
25  The Kill – 30 Seconds to Mars
26  From Where You Are – Lifehouse
27  Storm - Lifehouse
Epilogue  Wanted – Hunter Hayes

Mas percebi que todas as canções se referem ao casal do livro: suas tristezas, seu encontro, o crescimento do relacionamento, a separação, a volta... Mas não tinha nenhuma música sobre a situação anterior de Jacqueline. Afinal, ela levou um fora tosco do namorado mesmo depois de ter mudado de cidade por causa dele!!
Então para o idiota que só mais tarde se dá conta da burrice que fez, a música de Bruno Mars, "When I was your Man":

Quando eu era o seu homem
A mesma cama, mas parece um pouco maior agora
Nossa canção no rádio, mas ela não soa como antes
Quando nossos amigos falam sobre você
Tudo o que isso faz é me arruinar
Porque meu coração se parte um pouco
Quando ouço o seu nome
E tudo soa como uh, uh, uh, uh, uh

Jovem demais, tolo demais para perceber
Que eu deveria ter lhe comprado flores e segurado sua mão
Deveria ter te dado as minhas horas quando tive a chance
Ter levado você a todas as festas
Porque tudo o que queria era dançar
Agora minha garota está dançando, mas está dançando
Com outro homem

Meu orgulho, meu ego
Minhas necessidades e meu jeito egoísta
Fizeram uma mulher boa e forte como você
Sair da minha vida
Agora nunca, nunca conseguirei limpar
A bagunça em que me meti
E me assombra sempre que fecho meus olhos
Tudo isso soa como uh, uh, uh, uh, uh

Jovem demais, tolo demais para perceber
Que eu deveria ter lhe comprado flores e segurado sua mão
Deveria ter te dado as minhas horas quando tive a chance
Ter levado você a todas as festas
Porque tudo o que queria era dançar
Agora minha garota está dançando, mas está dançando
Com outro homem

Apesar de doer
Serei o primeiro a dizer que eu estava errado
Oh, sei que provavelmente estou muito atrasado
Para tentar me desculpar pelos meus erros
Mas eu só quero que você saiba
Espero que ele lhe compre flores, que ele segure sua mão
Que lhe dê todas as suas horas quando tiver a chance
Que leve você a todas as festas porque eu me lembro
De quanto você amava dançar
Que faça todas as coisas que eu deveria ter feito
Quando eu era o seu homem

Que faça todas as coisas que eu deveria ter feito
Quando eu era o seu homem






Sobre a autora:


Blog  |  Goodreads  |  Facebook  |  Twitter

domingo, 28 de julho de 2013

Beverley Kendall - An Heir of Deception (The Elusive Lords #3)




Fica técnica: An Heir of Deception (The Elusive Lords #3)
Autora: Beverley Kendall
Editora The Silver Publishing
Lançamento original: 2012
Lançamento BR: ainda não
352 páginas

"Um homem devastado pelo amor...

 Depois de três anos de orgias e devassidão, Alex Cartwright, herdeiro do duque de Hastings, colocou sua vida em ordem novamente. Tendo abraçado a sobriedade por dois anos, ele não tem intenção de revisitar o passado ou arriscar seu coração novamente. Mas o retorno da própria mulher que o apresentou para o lado mais escuro do inferno traz não apenas as dolorosas memórias inesquecíveis de amor agridoce e abandono, mas o filho que ele nunca soube que ele tinha ... 

Uma mulher silenciada pelos segredos...

Ameaçada pela revelação de um segredo que poderia destruir a casa de sua família na sociedade e para sempre manchar um ducado, Charlotte fugiu da Inglaterra no dia de seu casamento, há cinco anos. Agora, embora pareça que o segredo esteja seguro, quando Alex descobre seu outro segredo, -seu filho - Charlotte tem uma batalha completamente diferente pela frente. Ela deve agora lutar contra um amor para agarrar o outro, o homem cujo toque ainda faz com que ela queime, pela criança que é seu próprio mundo."

ROMANCE HISTÓRICO.


(English review scroll down)

Sabe aquele livro que você se pergunta "por que não descobri este livro antes?" Pois é, este livro é um deles.


O livro já começa com um noivo abandonado no dia do casamento e uma simples nota foi deixada para ele, sem qualquer explicação mais detalhada. Cinco anos depois Charlotte volta  da América ao receber uma carta avisando que sua irmã gêmea estava às portas da morte.
Charlotte percebe logo ao chegar na casa de sua família, que a carta era falsa. Sua irmã havia pego um simples resfriado e já estava recuperada, mas antes que ela pudesse fugir novamente, ela se depara com Alex.

Alex ficou totalmente devastado com a fuga de Charlotte. Durantes meses ele se afogou na bebida e nos braços de outras mulheres para tentar esquecê-la. Agora, face a face com ela, ele percebe que não conseguiu esquecê-la, mas parece que ela sim o havia esquecido. Pois ela voltara ainda mais bela do que antes, e com um filho.

A questão é que os dois foram envolvidos por segredos de terceiros e por amá-lo demais, e não querer sujar o nome da família dele - afinal ele seria um duque!!!  - com a história de sua ascendência, Charlotte preferiu fugir.
A pessoa horrorosa que poderia colocar tudo a perder, finalmente falecera, e agora Charlotte poderia respirar aliviada. Por outro lado, ela mantinha um novo segredo: o filho dela com Alex.

Ela já o havia magoado antes, e sabia que se ele soubesse que tinha um filho e ela não o informou, seria demais. Então, ela prefere mentir a idade do menino para que Alex pense que o filho não é dele.

Como assim????

Sabe aquela história em que uma mentira leva à outra e no fim das contas todo mundo fica enrolado? Quando tudo poderia ter sido resolvido com uma boa conversa.... Mas infelizmente isso ainda acontece. E nesse jogo de intrigas, chantagem, mentiras, segredos, fugas e crianças "ilegítimas", o casal segue tentando fingir que um não ama mais o outro, o que torna tudo mais interessante...e enervante.

Gostei dos personagens porque eles mostram seu lado vulnerável. Amam e sofrem com igual desenvoltura.
Charlotte cometeu um terrível engano por amor. E agora, o amor pelo filho faz com que ela continue fazendo bobagem, com medo de perdê-lo.
Isso sem contar que de onde menos se espera, a gente descobre que quem mais nos ama pode ser aquele quem mais nos machuca...

Gostei do ritmo da história, sem se perder em detalhes sem importância.
Charlotte e Alex formam um casal fantástico, apesar de eu ter ficado com raiva dela logo no início da história quando ela mentiu sobre a criança.
A autora soube muito bem expor os sentimentos dos personagens e, assim, envolver o leitor na trama.

É uma história sobre confiança, amor e segunda chance.

5 ESTRELAS!!

E agora estou interessada em saber sobre os outros personagens (3 livros anteriores).
Os livros anteriores são:

Livro #1 - Sinful Surrender


Livro #2 - A Taste of Desire



Livro #2,5 - All' Fair in Love and Seduction



Para adquirir o livro:  Amazon  |  Barnes & Noble

Sobre a autora  Goodreads  |  Website  |  Blog  |  Facebook  |  Twitter

*ARC cedido pela editora, através do NetGalley, em troca de uma resenha de opinião sincera

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

(English review)


You know that book you ask yourself "why not discovered this book before?" Well, this book is one of them.


The book starts with a groom abandoned on his wedding day and a single note was left for him, without any further explanation. Five years later Charlotte back from America after receive a letter warning that her twin sister was at death's door.
Charlotte soon realizes upon arriving at the home of her family, that the letter was false. Her   sister had caught a simple cold and was recovered, but before she could escape again, she is faced with Alex.

Alex was totally devastated by the escape of Charlotte. For months he drowned in drink and in the arms of other women to try to forget her. Now, face to face with her, he realizes that he could not forget her, but it seems that she had rather forgotten. For she returned more beautiful than before, and with a son.

The issue is that the two were engaged by others secrets and because she love him too much, and do not want to soil the name of his family - after all he was a duke!! - With the story of her parentage, Charlotte chose to flee.
The horrible person who could put it all away finally died, and now Charlotte could breathe relieved. On the other hand, she had a new secret: Alex's son .

She had already hurt him before, and knew that if he knew he had a son and she didn't tell him, would be too much. So she prefers to lie about boy's age, so Alex would think  the child is not his.

How so??

You know that story where a lie leads to another and in the end everyone gets wrapped? When everything could have been solved with good conversation .... But unfortunately it still happens. And in this game of intrigue, blackmail, lies, secrets, leaks and  "illegitimate" child, the couple continues trying to pretend that no one loves the other more, which makes it more interesting ... and unnerving.

I liked the characters because they show their vulnerable side. Love and suffer with equal aplomb.
Charlotte made a terrible mistake for love. And now, the love for her child makes her keep doing silly, afraid of losing him.
Not to mention that where you least expect it, we discover who else loves us can be the one who hurts us the most ...

I liked the pace of the story, without getting lost in  unimportant details.
Charlotte and Alex are a fantastic couple, although I have been angry with her early in the story when she lied about the child.
The author knew very well expose the feelings of the characters and thus engage the reader in the plot.
I do wanna read the rest of the series.

It is a story about trust, love and second chances.

5 STARS!!!

Debbie Macomber - Starry Night





Ficha técnica: Starry Night
Autora: Debbie Macomber
Editora Ballantine Books
Lançamento original: outubro/2013
Lançamento BR: ainda não
384 páginas


"Carrie Slayton, colunista das páginas da sociedade da cidade grande, sonha em escrever notícias de verdade. Assim, seu editor lhe dá um desafio: Ela pode cobrir qualquer tema que ela quiser, mas só se ela conseguir uma entrevista com Finn Dalton, um autor notoriamente recluso.

Vivendo no deserto remoto do Alasca, Finn  escreveu um livro de memórias megabestselling sobre a sobrevivência na selva. Mas ele teimosamente se recusa a falar com alguém da imprensa, e ninguém ainda sabe exatamente onde ele vive.

Cavando fundo no passado de Finn, Carrie desenvolve uma teoria sobre o seu paradeiro. É época de feriado, mas sua carreira está em jogo, então ela abandona suas celebrações familiares e voa para o Alasca. Quando ela finalmente encontra Finn, ela descobre um homem tanto  carismático e mais teimoso do que ela mesmo esperava. E logo ela está dividida entre seguir a história de uma vida e seguir seu coração.

Preenchido com todos os confortos e alegrias de Natal, Starry Night é um romance delicioso de encontrar a felicidade nos lugares mais surpreendentes."

ROMANCE CONTEMPORÂNEO. INÉDITO. PRÉ LANÇAMENTO.


(English review scroll down)

OMG.... Dá para se apaixonar pela mesma autora várias vezes? Porque é assim que me sinto cada vez que leio um novo livro de Debbie Macomber. Até agora com dois lidos e resenhados - este é o terceiro - nenhum me decepcionou.

A começar pelo estilo dela. Você se sente capturada pela história desde as primeiras palavras. Não importa como comece, quem seja o protagonista, alguma coisa boa vai surgir em meios àquelas palavras.

Depois, tem a singeleza. Suas histórias têm dramas modernos, aflições, uma pitada de mistério quando necessário, mas ao mesmo tempo, tem calmaria, romance, paz.

Este livro, já direcionado para a época de natal, te mantém no clima da celebração o tempo todo. Você sente o espírito natalino pulando das páginas.

Carrie é uma repórter de uma coluna da sociedade. Ela escreve sobre festas, casamentos, divórcios, eventos e fofocas em geral. Mas não é isso que ela quer. Ela quer ser uma grande jornalista, e sente que sua carreira está estagnada. 
Decidida a confrontar seu chefe pedindo uma chance ou então ela pedirá demissão, ele lhe dá esta oportunidade... Se ela conseguir uma entrevista exclusiva com um dos autores mais famosos e reclusos que existe, Finn Dalton.

O engraçado é que ela sequer tinha ouvido falar nele.
De posse de seu livro, Alone, ela leu-o por três vezes e começou a definir o perfil do autor. De posse de tais informações e muitas suspeitas, ela consegue encontrar a mãe dele, mas esta não é de muita ajuda já que não fala com o filho famoso há anos. Ainda assim Carrie continua sua procura e acaba por encontrá-lo.

Vivendo num fim de mundo de uma cidade da fria Alasca, Carrie e Finn ficam juntos e presos numa cabana por causa de uma tempestade, e ele faria de tudo para fazer essa repórter intrometida sair com as mãos vazias, do mesmo jeito que chegou.

A convivência dela com o cachorro dele é melhor do que com ele, mas presos em meio a uma tempestade, é claro que eles iam acabar tendo que conversar. E nessas conversas uma certa cumplicidade surgiu, e por motivos diversos, um sentiu-se atraído pelo outro.

Ele não queria ter sua privacidade invadida e pede a ela, antes de partir, que não publicasse qualquer linha sobre ele. O que ela poderia fazer agora? Sua carreira estava em jogo.. mas seu coração lhe pedia para atendê-lo...

O tempo na história passa aos pulos. O livro não é longo - ou, pelo menos, eu não senti que o fosse -, por isso a autora não segue dias corridos. Mas o que é narrado é o essencial e mostra claramente como o sentimento deles se desenvolve.




Não seria um relacionamento fácil. Veja bem, Finn tinha um histórico não muito agradável em relação às mulheres. Primeiro quando sua mãe abandonou seu pai, e ele ainda pequeno, e ele viu seu pai definhando, sofrendo de amor. Depois, ele mesmo teve uma desilusão amorosa. Portanto, ele não confiava em mulheres, em repórteres e em estranhos, e Carrie era a mistura de tudo isso ao aparecer sem ser convidada na cabana dele. Mas a convivência, ainda que por poucos dias, abriu uma brecha e fez com que ele acreditasse que algo diferente e bom pudesse acontecer.

Carrie também tinha um histórico de coração partido, mas sua estrutura familiar era mais sólida. Ela vivia cercada de amigos e colegas de trabalho e sua positividade era mais exaltada.

Os dois acabavam formando um casal atípico; dois polos, mas queriam fazer o relacionamento funcionar.

Como eu disse, é tudo tão singelo que quando o final do livro se aproximava e eu comecei a desconfiar que eles poderiam não terminar juntos, fui prendendo a  respiração sem perceber!!

Mais uma vez Debbie nos brinda com uma história sobre novas oportunidades, resiliência, esperança e amor. 



Mal posso esperar para que este sucesso também venha para o BR.

5 ESTRELAS!!!

Lançamento previsto para 8 de outubro.


*ARC cedido pela editora, através do NetGalley, em troca de uma resenha de opinião sincera.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------
(English review)


OMG .... Can you fall in love several times by the same author? Because that's how I feel every time I read a new book by Debbie Macomber. Until now two read and reviewed - this is the third - no let me down.

Starting with her style. You feel captured by the story from the first words. No matter how start, who is the protagonist, something good will emerge in ways those words.

Then there's the simplicity. Her stories have modern dramas, afflictions, a dash of mystery when necessary, but at the same time, it has calm, romance, peace.

This book, now directed to the Christmas season, keeps you in the mood of celebration all the time. You feel the Christmas spirit skipping pages.

Carrie is a society page columnist. She writes about parties, weddings, divorces, events and gossip in general. But that's not what she wants. She wants to be a great journalist, but for now she feels that her career is stagnant.
Determined to confront her boss asking for a chance or she would prompt resignation, he gives her this opportunity ... If she gets an exclusive interview with one of the most famous and inacessible author  there, Finn Dalton.

The funny thing is that she had not even heard about him.
Possession of his book, Alone, she read it three times and began to define the profile of the author. With such informations and many suspected, she manages to find his mother, but she was not much help since she didn't speak to the famous son for years. Still Carrie keeps searching and eventually find him.

Living in a cold city in Alaska, Carrie and Finn are together and stuck in a cabin because of a storm, and he would do anything to make that nosy reporter leave with empty hands, the same way she came.

The coexistence of her with his dog  was better than with him, but stuck in the middle of storm, of course they would end up having to talk. And these conversations emerged a certain complicity, and for various reasons, one was drawn by another.

He did not want his privacy invaded and asked her, before leaving, not to publish any line about him. What could she do now? Her career was at stake... but her heart was asking to follow him...

The time in the story is pounding. The book is not long - or at least I did not feel that was - so the author does not follow calendar days. But what is narrated is essential and shows clearly how their feelings develop.

It would not be an easy relationship. Look, Finn had a history not very nice towards women. First when his mother left his father, and he still young, and he saw his father dying day after day, suffering in love. Then he had a broken heart. Therefore, he did not trust women, reporters and strangers, Carrie was mixing it all by appearing uninvited at his house. But living together, even for a few days, opened a gap and made him believe that something different and good could happen.

Carrie also had a history of heartbreak, but her family structure was more solid. She was always surrounded by friends and work colleagues and her optimism was more exalted.

The two ended up forming a couple atypical, two different poles, but wanted to make the relationship works.

Like I said, it's all so simple that when the end of the book approached and I began to suspect that they might not end up together, I was holding my breath without realizing it!

Again Debbie brings us a story about new opportunities (second chances), resilience, hope and love.

I can not wait for this success also come to  BR.

5 STARS!!